A pedido da Justiça Eleitoral, Câmara realiza agendamento biométrico

08nov
image_pdfimage_print

A pedido da Justiça Eleitoral, a Câmara de Arujá funciona, desde quarta-feira (8/11), como posto para agendamento biométrico. O serviço, oferecido gratuitamente no horário de expediente – de segunda a sexta-feira das 8h às 12h e das 13h30 às 17h – , permite ao eleitor marcar o dia e o horário em que cadastrará as suas digitais nos postos indicados pela Justiça.

A biometria é uma tecnologia que confere ainda mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. Acoplado à urna eletrônica, o leitor biométrico confirma a identidade de cada pessoa por meio das impressões digitais, armazenadas em um banco de dados da Justiça Eleitoral e transferidas para as urnas eletrônicas.

Para que o eleitor seja identificado por meio da digital nas eleições, é necessário o prévio cadastramento no sistema: no ato do atendimento em cartório ou em posto da Justiça Eleitoral. O procedimento envolve a coleta das impressões digitais dos dez dedos, fotografia e assinatura digitalizada de cada pessoa, além da atualização dos dados constantes no cadastro. No entanto, o procedimento precisa ser agendado.

Atualmente, a biometria é obrigatória em 85 cidades paulistas. No Estado de São Paulo, dos 32.616.673 eleitores, 9.351.425 (29,1%) fizeram a biometria até o momento. Na capital, entre o eleitorado de quase 9 milhões, 3.182.608 (35,8%) se cadastraram.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-SP) recomenda que, mesmo nas cidades onde a biometria não é obrigatória, o eleitor se antecipe e faça o cadastramento das digitais. Todos os cartórios eleitorais estão aptos a realizar o procedimento.

2010

O primeiro município paulista a utilizar o sistema biométrico de identificação foi Nuporanga (4.928 eleitores), nas eleições de 2010. Na sequência, Sales Oliveira (7.309 eleitores), Itupeva (31.426 eleitores) e Jundiaí (255.162 eleitores) passaram pela coleta de dados biométricos com revisão de eleitorado e, em 2012, já tiveram eleições municipais com identificação biométrica.

Entre 2013 e 2014, 11 municípios paulistas passaram pelo mesmo procedimento: Águas de São Pedro, Analândia, Corumbataí, Embu das Artes, Ipeúna, Itirapina, Louveira, São Pedro, Santa Gertrudes, Santa Maria da Serra e Vinhedo somaram 614.030 eleitores cadastrados. Dessa forma, nas eleições gerais de 2014, 15 municípios paulistas utilizaram a biometria para confirmar a identidade do eleitor no momento do voto.

Na região, os municípios de Mogi das Cruzes, Biritiba Mirim e Guararema utilizaram o sistema biométrico híbrido, permitindo a identificação por meio das digitais e na forma convencional (apresentação de documento).

Agendamento

O agendamento também pode ser feito diretamente no site do Tribunal Regional Eleitoral no link: http://www.tre-sp.jus.br/eleitor/agendamento-titulo-eleitoral-3. Informações ou dúvidas, ligue 148 – Central de Atendimento ao Eleitor.

 

*Com informações da Justiça Eleitoral

 

Assessoria de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 08/11/2017

Fotos: Imprensa/CMA