A pedido de Dr. Wilson, Saúde apresenta balanço de ações contra o mosquito Aedes

18abr
image_pdfimage_print

A Secretaria de Saúde encaminhou, a pedido do vereador Wilson Ferreira da Silva (PSB), o Dr. Wilson, um relatório das ações de combate ao mosquito Aedes Aegypti, realizadas de novembro/15 a fevereiro/16, e do número de casos de Dengue, Zika e Chikungunya registrados no município neste período.

De acordo com informações enviadas pela então secretária Clarinda de Fátima Carneiro, em quatro meses, a Prefeitura organizou uma série de ações preventivas, além de duas campanhas de conscientização – a Semana Nacional de Mobilização contra a Dengue – e o Dia “D”. Mosquito

O trabalho resultou na visita a mais de 3.700 residências, bloqueio de criadouros em 4.030 imóveis, coleta de 2.612 pneus e recolhimento de 16.300 toneladas de inservíveis durante a operação Bairro Limpo. Foram entregues 94 telas e visitados 286 pontos estratégicos.

Segundo Dr. Wilson, o requerimento (nº 2110/2016) foi encaminhado devido a inúmeras reclamações de munícipes recebidas em seu Gabinete. “Muitos afirmam não perceber  ação da Prefeitura em seus bairros, principalmente, na região do Barreto e do Recanto Primavera”, afirmou na justificativa.

O parlamentar ainda solicitou um levantamento do número de casos registrados de doenças causadas pelo Aedes registrados em Arujá. De novembro/15 a fevereiro/16, segundo a Secretaria, foram 168 casos notificados de dengue, sendo 92 do município e 76 importados. Até abril deste ano, oito casos autóctones foram confirmados. Não há registro de casos de Zika. No entanto, foram identificados três suspeitas de Chikungunya em pessoas do município que viajaram aos Estados de Alagoas e Pernambuco.

No último dia 11/04/2016, mais 1.000 imóveis foram vistoriados na região do Barreto durante a ação denominada “Todos juntos contra o Aedes Aegypti”.

Campanha

Dr. Wilson sugeriu à Presidência da Casa, por meio do requerimento 2183/2016 que o Legislativo se engaje na campanha de combate ao Aedes. “A Câmara poderia encampar uma ação institucional, de acordo com suas condições, para ajudar no combate às doenças causadas pelo mosquito”.

 

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

4652-7015

Publicado em 15/04/2016