Academia do Jardim Real será denominada Ricardo Ferreira da Silva

26dez
image_pdfimage_print

Caroba, presidente do Legislativo, acompanhado de sua mãe durante inauguração da academia Ricardo Silva

A academia ao ar livre localizada no Jardim Real será oficialmente denominada Ricardo Ferreira da Silva. O jovem administrador de 31 anos foi uma das 53 vítimas fatais dos deslizamentos de terra ocorridos no Reveillon de 2010 em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

Filho de Ludovaldo Ferreira da Silva e Alice Ferreira da Silva, Ricardo nasceu em Monte Aprazível (SP) mas logo cedo veio para Arujá onde estudou nas escolas estaduais Dr. Washington Luiz Pereira de Souza e Profº Esli Garcia Diniz.

Destacou-se em atividades ligadas ao setor de contabilidade – chegou a atuar com o irmão em um escritório de Assessoria Empresarial – e também na área esportiva, defendendo times conhecidos na cidade como o Piauí Esporte Clube, Esporte Clube Juventude e União Arujaense Futebol Clube.

O projeto de Lei nº 233/16, de autoria do Executivo, foi aprovado em segunda discussão e votação na 95ª Sessão Extraordinária, por nove votos. Em mensagem enviada aos vereadores, o prefeito Abel José Larini (PR) afirma que a iniciativa é “apenas uma singela homenagem a Ricardo e a seus familiares”.

A propositura será encaminhada à sanção do Executivo.

 

Câmara de Arujá

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

22/12/2016