“Ainda existem atos de racismo na sociedade, mas os negros não param por isso”, diz Gabriel

24nov

O vereador Gabriel dos Santos (PSD) utilizou a Tribuna da Casa Legislativa na última segunda-feira (21/11) para lembrar o  20 de novembro – Dia da Consciência Negra no Brasil. Como ocorre em outras cidades do País, a data, que remete a morte do líder africano Zumbi dos Palmares, é feriado em Arujá.

DSC_0099

Gabriel: a sociedade continua racista e com dificuldade de aceitar o negro bem-sucedido

O parlamentar falou sobre os desafios impostos aos negros e às negras na sociedade, relembrando os recentes ataques a atrizes e apresentadoras afrodescendentes por meio das redes sociais, mas fez questão de enaltecer a capacidade de superação do povo africano. “Ainda há atos de racismo em nossa sociedade, mas os negros não param por isso”, afirmou.

A manifestação racista mais recente e, noticiada, atingiu a primeira-dama dos Estados Unidos, causando indignação em todo o mundo. Michele Obama foi chamada de “macaca de saltos” em comentário feito por uma cidadã americana pelo Twitter. “Muitos não aceitam que um negro possa ocupar um lugar de destaque”, constatou o vereador.

Gabriel salientou que, apesar de muitas pessoas “torcerem o nariz”, não se pode esquecer a história e o sofrimento causado aos  negros durante os 300 anos de escravidão no Brasil. “Quando os negros deixaram as fazendas, após a assinatura da Lei Áurea, em 1.888, muitos não tinham para onde ir, nem o que comer”, pontuou.

Ao finalizar seu discurso, o vereador apelou  para a necessidade de as pessoas respeitaram as diferenças e saber conviver com elas. “O mundo será melhor, quando houver respeito”.

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

4652-7015

Publicado em 24/11/2016

 

image_pdfimage_print