Ana Poli defende políticas de combate às violências contra mulheres e idosos

01mar
image_pdfimage_print

Durante a Sessão Ordinária de 27/02, a vereadora Ana Cristina Poli (PR) alertou para a escalada de violência contra as mulheres no País e defendeu a criação de políticas públicas no município para defender essas vítimas.

Em requerimento (nº 1853/2019) aprovado pelo Plenário, a vereadora questionou o Poder Executivo sobre a previsão de assinatura de convênio para criação de um abrigo para acolher as mulheres e seus filhos.

Na justificativa da propositura, a vereadora destacou que as vítimas de violência doméstica, na maior parte das vezes, não têm a quem recorrer ou solicitar acolhimento. Por esse motivo, muitas delas acabam se sujeitando ao convívio com o agressor e correndo riscos de morte. “Infelizmente, o agressor na maioria dos casos está dentro de casa”, complementou.

Idosos

Outro requerimento apresentado pela vereadora foi o de nº 1852/2019, no qual solicita à Prefeitura de Arujá o registro mensal de atendimentos das pessoas idosas vítimas de violência nos anos de 2017, 2018 e 2019.

Em Tribuna, Ana Poli destacou as ações da Pré-conferência Municipal do Idoso, que visa a elaboração de propostas em benefício das pessoas com 60 anos ou mais.



Câmara Municipal de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa.camaraaruja@gmail.com

renan@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7000 / 7067

Publicado em 01/03/2019

Texto: Renan Xavier

Fotos: Imprensa/CMA