A pedido de Rogério da Padaria (PSD), Legislativo reúne IDGT e Prefeitura para discutir transição na área de saúde

Após o Instituto de Desenvolvimento de Gestão, Tecnologia e Pesquisa em Saúde e Assistência Social (IDGT) anunciar desinteresse em continuar a prestar serviços em Arujá, o vereador Rogério Gonçalves Pereira (PSD), o Rogério da Padaria, convocou uma reunião na Câmara Municipal para discutir o processo de transição, especialmente, no que diz respeito ao risco da falta de médicos. Atualmente, a IDGT administra a Maternidade Municipal Dalila Ferreira Barbosa e os Pronto Atendimentos do Centro e do Parque Rodrigo Barreto.

Vereadores cobram da IDGT e da Prefeitura “transição sem crise”

Rogério relembra que quando da substituição do Instituto Inovação em Gestão Pública, que até então administrava as unidades hoje geridas pela IDGT, em outubro de 2018, o PA chegou a ser fechado, provocando colapso no atendimento.   

“Vamos acompanhar todo o processo a fim de evitar que a saúde entre novamente em crise por conta da troca de empresa e os funcionários sejam também prejudicados pela falta de pagamento de seus salários”, afirmou Rogério da Padaria.

A pedido da secretária de Saúde, Carmem de Araújo Pellegrino, a IDGT ficará na cidade até que o processo de chamamento público, aberto pela Prefeitura de Arujá para contratação de nova OS, seja concluído. “Estamos sendo bastante criteriosos, mas uma licitação é passível de recurso”, ponderou a gestora. Segundo ela, o novo edital foi ajustado para atender a demanda atualizada de atendimentos, procedimentos e materiais. “Temos 31% de pacientes de outros municípios”, contou.

Da esq. para direita: Carmem Pellegrino, secretária de Saúde; Márcia Albuquerque, diretora administrativa da IDGT; o advogado Raul Saraiva Pereira e o vereador Paulinho Maiolino (PSB)

“O que não queremos é que a Prefeitura mantenha a empresa atuando à base de contratos emergenciais”, alertou Rogério.

Diretora administrativa da IDGT, Sônia Márcia de Almeida Albuquerque disse que, devido ao aumento substancial de custos, o contrato tornou-se “inexequível”. “Solicitamos realinhamento de preço para garantir o equilíbrio financeiro da empresa. Não sendo isso possível, não teremos condições de continuar. Tínhamos uma previsão de 30 partos/mês, mas a média mensal está atingindo 80”, exemplificou.

Apesar das dificuldades financeiras, Márcia garantiu que fará uma “transição adequada” e todos os dados ficarão à disposição da Prefeitura e da nova contratada. “A IDGT tem o compromisso de zelar pelas unidades e pelos funcionários”, afirmou ao pontuar que os trabalhadores estão cientes da situação.

Médicos

Os vereadores também aproveitaram a reunião para questionar os representantes da IDGT e da Prefeitura sobre a ausência de médicos nas unidades e as recorrentes faltas e atrasos durante os plantões.

Vereadores estão preocupados com saída da IDGT

“Posso garantir que há monitoramento constante e registro dos horários de entrada e saída dos profissionais. Se há atraso sem justificativa, os médicos recebem advertência e têm o valor descontado em seus vencimentos”, disse a diretora administrativa Márcia Albuquerque. “A IDGT faz um trabalho sério e não houve sequer um dia, apesar dos problemas, em que o Pronto Atendimento ficasse em médico”, salientou.

Rogério da Padaria ainda questionou a IDGT sobre um suposto caso de embriaguez de um médico da rede municipal. A denúncia foi feita por usuários. O vereador cobrou providências.

“O caso foi mandato para o Conselho de Ética Médica”, disse Márcia. Carmem destacou que “todas as providências foram tomadas, inclusive, foi feito um relatório pela Comissão”. O documento, no entanto, não foi anexado à resposta dada ao requerimento elaborado por Rogério da Padaria. “Foi uma falha”, admitiu a gestora. Por fim, Martino informou que o médico foi demitido. “Não conseguimos provar o caso de embriaguez, mas ele já não faz mais parte do quadro por ter destratado um munícipe”, registrou.

CRM

Maternidade Municipal é gerida por organização social

Edimar do Rosário (Republicanos), o Pastor Edimar de Jesus, disse que, apesar do bom trabalho executado pela IDGT e pela secretaria ainda há muitos problemas em relação aos médicos. “Eu presenciei atrasos nos plantões e até um parente meu sofreu com indicação de um remédio errado”, contou. O vereador também disse que, a partir de uma solicitação via requerimento, em que solicitou o CRM de todos os médicos, identificou que a foto de um deles não correspondia ao registro.

Martino que a gestão aproveitou o questionamento do Pastor Edimar para checar todos os registros. “O CRM não obriga a inclusão da foto. Porém, o mais importante é que nenhum profissional estava com seu registro inativo, ou seja, impedido de exercer a função”, disse ao complementar que falta pouco para a Prefeitura se livrara de maus profissionais que se candidatam a trabalhar no Município. “De alguns médicos, não aceitamos nem o currículo”.

Em dia

Ao responder ao vereador Abel Franco Larini (PL), o Abelzinho, sobre a pontualidade nos pagamentos feitos pela Prefeitura, Márcia Albuquerque elogiou a gestão e descartou esta situação como motivo para a saída da IDGT. “Tenho 13 anos de experiência e a Prefeitura de Arujá está de parabéns”, reconheceu.

CROSS

Pastor Edimar de Jesus (camisa amarela) disse ter presenciado atraso de médicos nos plantões

O vereador Paulo Henrique Maiolino (PSB), o Paulinho Maiolino, registrou seu descontentamento com a Central de Regulação de Ofertas e Serviços de Saúde (CROSS) e o fato de Arujá ter o PA Central cadastrado como hospital o que, segundo ele, dificulta a liberação de vagas para a cidade. O CROOS é um serviço do governo estadual, que visa atender demandas de Saúde não suportadas pela rede municipal como internações em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

“O CROSS é o nosso grande problema. Mas também é preciso que Arujá atualize os dados no sistema, pois o governo acredita que temos um hospital aqui”, indignou-se.

A secretária admitiu o problema, assim como a diretora administrativa da IDGT, e garantiu que 70% do processo de alteração cadastral foi concluído. A situação já havia sido abordada por munícipe durante fala na Tribuna Livre da Casa Legislativa. Clique aqui

Ao final da reunião, Rogério avaliou como positivo o debate. “Fiquei bastante satisfeito com as informações prestadas pela empresa”, finalizou.

Também participaram do encontro, realizado em 12/9, os vereadores Cristiane Araújo Pedro (PSD), a Profª Cris do Barreto; Renato Bispo Caroba (PT); Edvaldo de Oliveira Paula (PSC), o Castelo Alemão, e a assessoria parlamentar do vereador Luiz Fernando Alves de Almeida (PSDB).

Câmara Municipal de Arujá

Assessoria
de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

silmara@camaraaruja.sp.gov.br

(11)
4652-7015

Publicado
em 20/9/2019

Texto: Silmara
Helena

Fotos: Imprensa/CMA




Finanças e Saúde prestarão contas ao Legislativo dia 27/9

Cumprindo
determinações legais, as Secretarias Municipais de Finanças e de Saúde
prestarão contas ao Legislativo sobre as ações executadas no Município durante o
2º quadrimestre de 2019. As audiências públicas serão realizadas no Salão Nobre
Vereador Francisco Rodrigues de Ávila na Câmara Municipal de Arujá (Rua
Rodrigues Alves, 51, Centro) no próximo dia 27/9 (sexta-feira), às 10h e às
14h, respectivamente.

Secretária de Saúde Carmem Pellegrino

Ao gestor da pasta de Finanças caberá, conforme exigência da Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar nº 101/2000), apresentar relatório financeiro do Município. De acordo com o parágrafo 4º, do artigo 9º da LRF “até o final dos meses de fevereiro, maio e setembro, o Poder Executivo demonstrará e avaliará o cumprimento das metas fiscais de cada quadrimestre, em audiência pública na comissão referida no § 1o do art. 166 da Constituição ou equivalente nas Casas Legislativas estaduais e municipais”.

Saúde

A Secretaria de Saúde apresentará o balanço dos serviços prestados à população no mesmo período. A realização da audiência cumpre orientações contidas no artigo 12 da Lei Federal nº 8689/93 e no artigo 9º do Decreto Federal nº 1651/95, que trata do Sistema Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS), e obrigam os gestores do SUS em cada nível de governo a apresentarem trimestralmente os relatórios de atendimento nos respectivos órgãos legislativos.

As reuniões deverão contar com a participação dos secretários municipais: Caio César Vieira de Araújo (Finanças) e Carmem de Araújo Pellegrino (Saúde).

Serviço

Audiências Públicas
Prestação de contas do 2º quadrimestre de 2019

27/9 (sexta-feira)
10h – Secretaria Municipal de Finanças

14h – Secretaria Municipal de Saúde

Local: Câmara Municipal de Arujá (Rua Rodrigues Alves, 51, Centro)

Câmara Municipal de Arujá

Assessoria
de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

silmara@camaraaruja.sp.gov.br

(11)
4652-7015

Publicado em 20/9/2019

Texto: Silmara
Helena

Fotos: Imprensa/CMA




Legislativo parabeniza secretária de Assistência Social por execução de programa

A
secretária municipal de Assistência Social, Maria Luzia Bortone Salles Couto,
foi homenageada pelo Poder Legislativo arujaense por meio da moção de
Parabenização e Aplausos nº 145/2019. A titular da pasta foi agraciada pela
implantação “eficiente e comprometida” do Programa Criança Feliz em Arujá,
conforme justificou a autora da propositura, vereadora Ana Cristina Poli (PL).

A
moção foi à votação do Plenário na Sessão Ordinária de 18/09 recebendo apoio de
todos os parlamentares. “Sob a supervisão da secretária, o município tornou-se
uma referência na execução do programa no estado de São Paulo e no País”,
destacou Ana Poli. Ainda de acordo com a vereadora, “Arujá tem se destacado e
recebido visitas de representantes do então Ministério de Desenvolvimento
Social, da UNESCO e de entidades internacionais para conhecerem o trabalho
realizado na cidade”.

O
programa Criança Feliz foi criado pelo Ministério de Desenvolvimento Social
(MDS), atual Ministério da Cidadania, e atende gestantes e crianças de até três
anos inseridas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, e
de até seis anos que recebam o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Em
Arujá, são atendidas 200 famílias por meio de visitas domiciliares realizadas
por oito visitadoras, todas estagiárias de Psicologia, sob a supervisão da
psicóloga Emannuela Cristina Marinho Pires e coordenação de Andréia Passos.

Ainda
de acordo com informações presentes no texto da Moção, o programa Criança Feliz
é considerado o maior programa de visitação domiciliar para o desenvolvimento
infantil do mundo. Atualmente, aproximadamente 754 mil crianças e gestantes de
todo o País são atendidas, e o número de visitas já chegou a 19,9 milhões,
segundo dados informados e divulgados pelo Ministério.

Com a aprovação da homenagem, serão encaminhadas cópias da moção ao prefeito Dr. José Luiz Monteiro, à Secretária de Assistência Social Maria Luzia, à Supervisora do Programa Criança Feliz, Emannuela Marinho Pires, à Coordenadora Andréia Passos, à Diretoria Regional de Assistência e Desenvolvimento Social (DRADS) Mogi das Cruzes, à SEDS – Secretaria de Desenvolvimento Social, ao Ministério da Cidadania, à Secretaria de Governo da Presidência da República, ao Senado Federal, à Câmara dos Deputados, à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, ao Governo do Estado de São Paulo e à Fundação Lego, rogando também que a Secretaria de Assistência Social dê ciência a todas as visitadoras do programa Criança Feliz.

Câmara Municipal de Arujá

Assessoria de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

renan@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7000 / 7067

Publicado em 20/9/2019

Texto: Renan Xavier

Fotos: Imprensa/CMA




Após indicação de Maiolino, Prefeitura realiza manutenção em rede de esgoto de bairro

A Prefeitura de Arujá realizou reparos na rede de esgoto da rua Nossa Senhora da Conceição, localizada no bairro Nossa Senhora do Carmo, após indicação parlamentar (nº 4168/2019) de Paulo Henrique Maiolino (PSB), o Paulinho Maiolino. O vereador esteve pessoalmente no local no dia 09/09 vistoriando a melhoria, que na ocasião estava em andamento.

“Há muito tempo os moradores do bairro se queixam do vazamento na tubulação e do esgoto correndo a céu aberto”, explicou Maiolino. Segundo ele, a situação causava transtornos, inclusive, para quem circulava a pé pelo bairro, mas também para os motoristas. “Além do odor, as pessoas tinham de passar devagar sobre a valeta para não danificarem seus veículos. Sem contar os riscos de as crianças tropeçarem”, destacou.

A Prefeitura também fez a instalação da galeria de água pluvial, o que auxiliará no fluxo de água das chuvas. “Isso, a princípio, resolverá o problema”, finalizou Maiolino.

Câmara Municipal de Arujá

Assessoria
de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

renan@camaraaruja.sp.gov.br

(11)
4652-7000 / 7067

Publicado
em 20/9/2019

Texto: Silmara
Helena

Fotos: Imprensa/CMA




Gabriel questiona Sabesp sobre número de ligações de água em Arujá

O vereador Gabriel dos Santos (PSD) sugeriu ironicamente, durante pronunciamento feito na Sessão Ordinária de 4/9, que técnicos da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) teriam cometido “erro de digitação” ao informar à Câmara Municipal o volume médio mensal faturado com fornecimento de água para Arujá.

“É só fazer as contas. Como a Sabesp tem um faturamento de R$ 190 mil com o serviço, incluindo casas e indústrias? Desculpa, mas não consigo admitir um negócio desses”, afirmou Gabriel.

Por meio do ofício nº 23/2019 – lido durante a Sessão – a Sabesp informou que de janeiro a julho de 2019 a empresa registrou um faturamento bruto acumulado, considerando água e esgoto, no valor de R$ 1.363.099,00; mensalmente, o montante alcançou R$ 194.728,43. Os valores referem-se a um volume de 7.872 metros cúbicos de água. Para 2020, conforme consta do documento, a estimativa de faturamento anual será de R$ 2.404.747,91 e mensal de R$ 200.395,66 para um volume de 7.444 metros cúbicos de água.

“Se o investimento a ser feito na cidade considerar o que foi apurado em termos de consumo, não dá para aceitar isso pacificamente. Já assinei um ofício (nº 42/2019) pedindo que informe detalhadamente quantas ligações de água e esgoto existem na cidade. A Sabesp tem um contrato de prestação de serviço. Ninguém está questionando o contrato. Estou questionando o ofício. Estou achando, no mínimo, que houve erro de digitação. Errou a digitação do quadro inteiro. Considerando o volume divulgado é como se cada domicílio utilizasse apenas uma caixa d’água de 500 litros/mês. Estão chamando a gente de sujismundo”, indignou-se.

O pedido de informações foi direcionado ao superintendente da Unidade de Negócios Leste da Sabesp, Maycon Rogério de Abreu.

A Sabesp encaminha a previsão de faturamento às prefeituras e informa os dados à Câmara para que os Municípios façam a previsão dos recursos em suas peças orçamentárias.

Soleira negativa

Gabriel também reclamou do fato de moradores do Jardim Nova Arujá, que possuem residências abaixo do nível da rua, terem de arcar, sem apoio da Sabesp, com os custos de instalação de rede de esgoto. “Temos vários casos de soleira negativa e, claro, o esgoto não sobe; em alguns locais há um córrego passando por detrás das residência. Aí a pessoa tem de dar solução. É brincadeira”, criticou o vereador.

Convocação

Em outro ofício (nº 1257/2019) o presidente da Casa, Reynaldo Gregório Junior (PTB), o Reynaldinho, solicitou ao superintendente Maycon Abreu que compareça à Casa para prestar esclarecimentos aos vereadores. O pedido de agenda foi feito em nome do vereador Gabriel.

Câmara Municipal de Arujá

Assessoria
de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

silmara@camaraaruja.sp.gov.br

(11)
4652-7015

Publicado
em 19/9/2019

Texto: Silmara
Helena

Fotos: Imprensa/CMA




Sessão de 18/9 é marcada por embate sobre eleição do Conselho Tutelar

A eleição dos novos membros do Conselho Tutelar de Arujá, prevista para 6/10, gerou um embate durante a Sessão Ordinária 18/09. Houve desentendimento entre o vereador Sebastião Vieira de Lira (PSDC), o Paraíba Car, e a atual presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), a advogada Conceição Melo Veras Gilberti. Os dois chegaram a protagonizar uma discussão em Plenário e a sessão foi suspensa.

Conceição Veras (de pé) discute com o vereador Paraíba Car

O pleito, que ocorrerá em todo o Brasil, está sendo questionado por Paraíba Car, que propôs o adiamento do processo eleitoral em Arujá devido a supostos problemas judiciais com uma das candidatas. A medida foi rechaçada por Conceição Veras que garante ter respeitado todas as exigências legais para seleção dos candidatos. Dos 58 que colocaram seu nome à disposição, apenas 14 disputarão cargo. Paraíba Car promete recorrer à Justiça.

Expediente

Vereadores aprovaram pedido de vista de projeto de crédito adicional

Sete projetos de Lei de autoria do Poder Executivo, que tratam de abertura de crédito adicional, entraram para leitura na Sessão da última quarta-feira. Os recursos, que após autorização da Câmara Municipal poderão ser incluídos no Orçamento de 2019, superam o montante R$ 1,6 milhão e deverão ser aplicados, principalmente, na área da Saúde.

Também foram lidos os projetos de Lei nº 220/19, de autoria do Poder Executivo, que dispõe sobre a instituição, composição e atribuições da Comissão de avaliação de acúmulo de cargos ou funções. A propositura recebeu cinco emendas da Comissão de Justiça e Redação.

O vereador Edval Barbosa Paz (PSDB), o Profº Edval, apresentou o projeto de Lei nº 235/19, pelo qual institui o evento recreativo Praça Viva e em Movimento. O PL iniciou sua tramitação na Casa, a partir da inclusão para leitura, e será avaliado em dois turnos pelo Plenário, após cumprir etapa de análise nas Comissões Permanentes.

Vetos

Vereadores registram presença com a secretária Maria Luzia Salles Couto, homenageada pela vereadora Ana Poli

O prefeito José Luiz Monteiro (MDB) vetou em sua totalidade os projetos de Lei nº 208/19 e 224/2019 de autoria do vereador Paraíba Car. O primeiro trata da obrigatoriedade de instalação de banheiros químicos em feiras e o segundo de criação de normas para aplicação e manutenção de pavimentação asfáltica. Os vetos foram encaminhados a conhecimento do Plenário por meio dos ofícios nºs 648/2019 e 655/2019.

Criança Feliz

O Plenário aprovou 23 indicações e 18 requerimentos elaborados pelos vereadores. Também passou, com 13 votos favoráveis, a Moção de Parabenização nº 145/2019, de autoria da vereadora Ana Cristina Poli (PL) que destacou a eficiente atuação da Secretaria Municipal de Assistência Social na execução do programa Criança Feliz, do governo federal.

Ordem do Dia

Com a aprovação por 13 votos do pedido de vista elaborado pelo vereador Gabriel dos Santos (PSD) foi adiada a apreciação em 2ª discussão e votação do projeto de Lei nº 221/2019 que dispõe sobre abertura de crédito adicional especial por superávit financeiro no valor de R$ 418.790, 39. O recurso foi transferido pelo governo estadual ao Município para recuperação da nascente do Rio Baquirivu.

Os vereadores ainda aprovaram em 1ª discussão e votação, o projeto de Lei nº 233/2019 que dispõe sobre a denominação como Umbelina Ferreira Barbosa de Museu Municipal que será inaugurado na rua Rua Major Benjamin Franco. Umbelina foi a primeira telefonista da cidade de Arujá.

Segundo Abel Franco Larini (PL), o Abelzinho, um dos autores do projeto, Umbelina, além do exercício da profissão, “dedicou a vida para servir ao próximo de forma voluntária”. A proposta ainda tem como coautores Reynaldo Gregório Junior (PTB), o Reynaldinho, e Ana Poli.

A íntegra da Sessão está disponível no canal oficial da Câmara no YouTube.

Câmara Municipal de Arujá

Assessoria
de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

silmara@camaraaruja.sp.gov.br

(11)
4652-7015

Publicado
em 13/9/2019

Texto: Silmara
Helena

Fotos: Imprensa/CMA




Por inclusão de cegos, projeto propõe leitores de preço com áudio em comércios

Tramita na Câmara um projeto de Lei que visa ampliar a acessibilidade e inclusão de cegos no município de Arujá. O PL nº 240/2019, de autoria do vereador Edimar do Rosário (Republicanos), o Pastor Edimar de Jesus, propõe que estabelecimentos comerciais disponibilizem terminais de consulta de preços por leitura de código de barras com dispositivos sonoros acoplados, de forma que as pessoas com qualquer grau de deficiência visual possam ouvir o preço.

Para se tornar lei, a propositura ainda deve passar pelas comissões internas e ser aprovada em duas votações pelo Plenário da Casa Legislativa. No caso de descumprimento da norma o estabelecimento ficará sujeito à multa de 100 UFM (Unidade Fiscal do Município), valor que deve ser dobrado em caso de reincidência da infração.

“A inclusão social é um dos principais meios para se construir uma sociedade justa, dada a pluralidade do mundo em que vivemos”, pontuou Edimar. Para o vereador, “a maioria dos estabelecimentos comerciais não está adaptada às necessidades dos portadores de alguma necessidade especial”, o que reforça a necessidade de o poder público instituir políticas públicas de inclusão.

Câmara Municipal de Arujá

Assessoria
de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

renan@camaraaruja.sp.gov.br

(11)
4652-7000 / 7067

Publicado
em 18/9/2019

Texto: Renan
Xavier

Fotos: Imprensa/CMA




Natureza em Chamas: abertura de mostra fotográfica conta com a participação de estudantes e autoridades municipais

Cerca de 60 estudantes da Escola Municipal da Penhinha prestigiaram, na terça-feira (17/09), a abertura oficial da mostra fotográfica Natureza em Chamas – 4ª promovida pela Câmara neste ano. A coletânea de 18 imagens retrata os efeitos devastadores das queimadas na fauna amazônica a partir das lentes do fotógrafo Sérgio Roberg. A exposição ficará aberta à visitação até o dia 1º de outubro.

O evento de abertura foi conduzido pelo vereador e 1º Secretário da Casa de Leis Rafael Santos Laranjeira, acompanhado de Ana Cristina Poli (PL). Compareceram ainda autoridades municipais como a secretária de Educação, Priscila Sidorco, Ionara Fernandes, secretária de Meio Ambiente, e Martino José Piatto, secretário adjunto da Secretaria de Saúde.

Na abertura, Laranjeira exaltou a pertinência do tema abordado na mostra. “Em tempos de Fake News, é um privilégio termos aqui na Câmara um trabalho que retrate a realidade da devastação ambiental em nosso País, algo muitas vezes maquiada”, destacou o 1º secretário.

Engajado
na luta ambientalista desde 2005, quando começou a documentar os efeitos
devastadores das queimadas na fauna amazônica, monitorou a visitação comentando
o contexto de algumas capturas que compõe a mostra. Segundo ele, em quase todos
os momentos havia um cenário de queimada, embora seu foco sempre tenha sido
captar o drama dos bichos.

A mostra
Natureza em Chamas é aberta à visitação de segunda a sexta-feira, das 8h30 às
11h30 e das 14 às 18 horas.

Biografia do artista

Roberg
começou a fotografar aos 12 anos, quando ganhou sua primeira câmera
fotográfica. Tornou-se fotógrafo profissional, jornalista e publicitário. É
graduado em Comunicação Visual no IADE – Instituto de Artes e Decoração,
especializou-se em Graphic Design.

Como
publicitário, atuou como Diretor de criação e Diretor de cinema de publicidade.
Como jornalista, trabalhou em grandes jornais e editoras, além da Rede Globo de
Televisão e na Rede Bandeirantes de Televisão.

Em 2005,
começou a se dedicar à fotografia autoral e da vida selvagem na floresta. A boa
convivência com o fotógrafo Araquém Alcântara, que se notabilizou por
documentar fotograficamente o povo e a natureza brasileiros, mostrou a Roberg
que fotos da natureza podem ser uma forma de ativismo ecológico ou uma forma de
arte a serviço do ambientalismo.

“Para mim, estar na floresta é silenciar os pensamentos e tudo passa a ser integração. De certa forma é um tipo de meditação”, afirmou o artista.

Câmara Municipal de Arujá

Assessoria de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

renan@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7000 / 7067

Publicado em 18/9/2019

Texto: Renan Xavier

Fotos: Imprensa/CMA




Sabesp tem novo coordenador em Arujá

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) indicou Nilton Roberto Werneck como novo encarregado dos serviços de água e esgoto comercial em Arujá. O profissional foi apresentado pelo gerente de manutenção da Sabesp no Alto Tietê Willian Ferreira dos Reis ao presidente do Legislativo, Reynaldo Gregório Junior (PTB), o Reynaldinho, e aos vereadores arujaenses, no último dia 11/9.

Nilton dará continuidade aos trabalhos de extensão da rede de coleta e tratamento de esgoto realizado pela empresa no Município.




Rogério da Padaria realiza audiência pública com moradores da região do Jd. Emília

O vereador Rogério Gonçalves Pereira (PSD), o Rogério da Padaria, estará no Jardim Emília na próxima quinta-feira (26/9) para uma audiência pública com os moradores do bairro e adjacências. O objetivo é discutir um plano efetivo de melhorias para a região. A reunião será realizada a partir das 18h, na Emeia XV (Avenida Dutra, nº 360), e contará com a presença dos secretários municipais de Planejamento, Obras e Meio Ambiente.

Obras do Rodoanel na região do Jardim Emília

“É urgente que a Prefeitura de Arujá estabeleça um planejamento para atender as demandas do Jardim Emília e região. Os moradores sofrem com problemas sérios que vão desde a precariedade da infraestrutura viária até a falta de vagas em escola. Sem contar os prejuízos ambientais causados pelas obras do Rodoanel e que, até agora, não foram compensados”, relata Rogério da Padaria.

Protesto dos moradores quando do fechamento do acesso à Dutra

Recentemente, a região também foi assolada por ocorrências de furtos. Vândalos invadiram a unidade de saúde do bairro e são constantes as reclamações sobre falta de iluminação pública. Na escola municipal, a direção foi obrigada a improvisar espaço para atendimento dos alunos.

“Os desafios são grandes e a situação está bem precária. As pessoas se sentem esquecidas e abandonadas pelo Poder Público. Por isso, decidimos vir ao bairro e trazer representantes da Prefeitura para que conheçam de perto o drama dos moradores e possam apresentar soluções objetivas. Acredito que se todos se envolverem conseguiremos melhorar e muito a vida das pessoas”, afirmou Rogério.

Câmara Municipal de Arujá

Assessoria
de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

silmara@camaraaruja.sp.gov.br

(11)
4652-7015

Publicado
em 17/9/2019

Texto: Silmara
Helena

Fotos: Imprensa/CMA