Balanço do 1º Semestre: Legislativo intensifica cobrança por manutenção e reforma de escolas

26jul
image_pdfimage_print

Desde o início deste ano, a Câmara já protocolou 45 indicações e requerimentos solicitando a manutenção ou reforma de unidades escolares de Arujá. As proposituras destinam-se a diversos reparos, desde pintura, iluminação de quadras poliesportivas, conserto de portas e banheiros a intervenções no entorno das unidades, como capinação de terrenos adjacentes e instalação de faixas de pedestres e lombadas nas proximidades.

Rogério da Padaria e Luiz Fernando em vistoria na EM Paulo Freire em maio. Imprensa/CMA

Os números reforçam a crescente preocupação dos vereadores no sentido de uma melhoria nas condições físicas dos prédios da Educação. A nível de comparação, em todo o ano de 2016 foram protocoladas 26 proposituras pelo Legislativo e em 2015 foram 40. No ano passado, a Câmara registrou 103 indicações ou requerimentos relacionados a cobranças de melhorias à Prefeitura. Os dados estão disponíveis para consulta no Portal da Câmara.

Grande parte desses esforços partiu da Comissão Permanente de Educação da Câmara Municipal. Ao longo dos meses de maio e junho, os vereadores Rogério Gonçalves Pereira (PSD), o Rogério da Padaria, e Luiz Fernando Alves de Almeida (PSDB), presidente e vice-presidente da comissão respectivamente, vistoriaram as unidades Paulo Freire, no Parque Rodrigo Barreto, Professora Cecília Caraça Mineiro Coutinho, no Jardim Leika, e na escola da Penhinha.

As vistorias, solicitadas pelo Ministério Público (MP) à Câmara, visavam apurar a eventual falta de professores e o impacto dessa suposta defasagem no ensino municipal, mas também serviram para que os parlamentares identificassem uma série de precariedades na infraestrutura dos prédios públicos da Educação.

A partir da semana que vem, os vereadores devem retornar à rotina de fiscalizações. Dessa vez, o objetivo é visitar todas as 42 unidades escolares do município apurando possíveis problemas de infraestrutura. “É dever da administração garantir que nossas crianças estudem em ambientes seguros e confortáveis”, disse Rogério da Padaria. Luiz Fernando, por sua vez, ressaltou que é papel do Legislativo fiscalizar os serviços e prédios públicos e cobrar a solução para problemas. “A Comissão de Educação está engajada nisso”, destacou.

 

 

 

Câmara Municipal de Arujá

Assessoria de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Texto: Renan Xavier

Fotos: Imprensa/CMA

Publicado em 26/07/2018