Câmara e Assembleia Legislativa reforçam mobilização por reforma na Escola Estadual Carlos Strautmann

29jun

Laura da Silva Araújo estuda no sexto ano da Escola Estadual Pastor Carlos Richard Strautmann no Parque Rodrigo Barreto e tem um sonho: ter uma quadra poliesportiva para fazer as aulas de Educação Física. Hoje, os cerca de 800 alunos da única unidade estadual do bairro enfrentam sol, chuva e completa falta de infraestrutura para conseguir praticar esporte. O que deveria ser uma rotina se tornou um desafio para alunos e professores.

Laura que leu redação na qual pediu a construção da quadra

A mobilização da comunidade escolar, dos moradores e dos alunos da Carlos Strautmann por melhorias é antiga, mas agora ganhou um importante reforço com o apoio dos vereadores Abel Franco Larini (PR), o Abelzinho – Presidente do Legislativo, Ana Cristina Poli (PR), a Ana Poli, e Edval Barbosa Paz (PSDB), o profº Edval, e do deputado estadual André do Prado (PR).

Abelzinho, André do Prado e professores no dia da visita à escola

Abelzinho e André estiveram na escola no último dia 12/6 e puderam ver de perto a situação precária do prédio e do pátio. Tanto que na semana seguinte (20/6) eles se reuniram na sede da Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE) em São Paulo para solicitar providências. De lá saíram com o compromisso de uma visita – já realizada – e a elaboração de um relatório detalhado sobre as necessidades da Carlos Strautmann. “Esta união de esforços já é resultado da mobilização da comunidade. Agora, o que queremos, é viabilizar a execução dos serviços e melhorar as condições de ensino para os alunos”, afirmou.

Ao conversar com os professores, o deputado André do Prado disse que o objetivo é conseguir a reforma completa do prédio. “Vamos cobrar os direitos dos alunos. O Estado não faz nada mais do que a obrigação em atender a essa necessidade”, pontuou.

Diretora e professores reivindicam providências a deputado André do Prado e ao presidente do Legislativo, Abelzinho

A diretora Marisa Domenech informou que vários ofícios foram enviados a FDE, sem sucesso. “Com o tempo, a escola foi se tornando feia”, admite. Segundo ela, os recursos enviados são insuficientes até mesmo para as pequenas reformas.

Além da construção da quadra, os professores reivindicaram sala multimídia, pintura do prédio, melhoria do estacionamento e da área externa da unidade.

Quadra atual da escola Carlos Strautmann

Apesar de todas as dificuldades, a escola Carlos Strautmann mantém um projeto de educação musical que vem resgatando a autoestima dos alunos. Coordenado pela PM Kátia Regina de Moura atende 116 alunos. “Alguns estudantes não quiseram sair daqui por conta do projeto pois, diante das condições da escola, muitas mães costumam requerer transferência dos filhos para unidades do centro”, contou. A PM trabalha no Proerd e em parceria com a Secretaria de Cultura. Os instrumentos são emprestados.

Abelzinho informou que a força-tarefa montada para possibilitar as obras no Strautmann está acompanhando os trâmites dos trabalhos na FDE. “Tenho certeza que alcançaremos nossa meta”, salientou com otimismo.

A escola atende alunos do sexto ao nono ano do ensino fundamental II. A visita foi solicitada pela professora de Geografia, Fernanda Souza (na foto principal entre o deputado estadual André do Prado e o vereador Abelzinho).

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa.camaraaruja@gmail.com

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 29/06/2017

Fotos: Imprensa/CMA

 

image_pdfimage_print