Câmara lança cartilha sobre Assédio Moral e Sexual no trabalho

06mar
image_pdfimage_print

Está disponível para download no site da Câmara Municipal de Arujá a cartilha sobre Assédio Sexual e Moral no Trabalho: conhecer para prevenir. O material, desenvolvido pelo Poder Legislativo, tem como objetivo oferecer informações e orientações sobre o assunto ajudando na prevenção e no combate a este tipo de conduta.

A cartilha em formato digital está disponível para download e impressão no site da Câmara Municipal de Arujá no link Imprensa/Multimídia. Com 13 páginas, aborda tópicos como: O que é assédio moral? Assédio Sexual é crime? Quais as consequências do assédio para a vítima e a instituição e ainda traz exemplos sobre condutas que podem ser classificadas como inoportunas, principalmente, para as mulheres.

“A cartilha é resultado do esforço desta Casa em contribuir com a sociedade na discussão e esclarecimento de uma situação grave que atinge principalmente as mulheres causando traumas, muitas vezes, irreversíveis. Nosso intuito é educar e garantir informação a possíveis vítimas e ajudá-las a identificar e denunciar pessoas que assumem esse tipo de comportamento no espaço de trabalho”, explicou o presidente da Casa, Gabriel dos Santos.

As vereadoras Ana Cristina Poli (PL) e Cristiane Araújo Pedro (PSD), a Profª Cris do Barreto, também ressaltaram a importância da cartilha. “Além de estimular o debate, a Semana da Mulher realizada pela Câmara Municipal de Arujá resultou na produção deste material de conteúdo didático, claro e esclarecedor que servirá para toda a população”, disse a Profª Cris do Barreto.

Para Ana Poli, a cartilha é um passo importante. “Educar é a primeira etapa para prevenir e combater situações como essas. Não podemos nos omitir e ignorar as condições opressoras a que são expostas nossas mulheres no ambiente de trabalho, sem que façamos algo de concreto”, pontuou.

Ana Poli (PL) e Profª Cris do Barreto (PSD) ainda apresentaram projeto de Resolução que amplia a atuação da Comissão Permanente da Criança e do Adolescente, transformando-a em Comissão Permanente dos Direitos das Mulheres, dos Idosos, da Criança e do Adolescente. A propositura, que altera o Regimento Interno da Casa Legislativa, tramita nas Comissões Permanentes para emissão de parecer. Após deliberação será apreciada e votada em Plenário.

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

silmara@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Texto: Silmara Helena

Fotos: Imprensa/CMA