Câmara sediará júri simulado sobre violência contra a mulher

14ago
image_pdfimage_print

“Precisamos parar para discutir esse tema”, salienta Lúcia Ribeiro

A Câmara de Arujá sediará na próxima quarta-feira (16/8), a partir das 14h, um júri simulado sobre violência contra a mulher. O evento, organizado pela Prefeitura de Arujá por meio da Secretaria de Assistência Social, tem o apoio do Sindicato dos Comerciários de São Paulo e é aberto ao público.

No mês em que a Lei nº 11.340 – a Lei Maria da Penha – completa 11 anos, a atividade tem como objetivo central discutir os impactos da violência contra a mulher na sociedade.

O Brasil, conforme dados do Mapa da Violência 2015, está entre os países com maior índice de homicídios femininos: são 4,8 mortes para cada 100 mil mulheres, o que coloca o País na quinta posição em um ranking de 83 Nações.

*No período de 2003 a 2013, o índice de mulheres assassinadas subiu 21%. Mais da metade dos homicídios foi cometido por familiares e, desse total, 33,2% por ex-companheiros. A violência contra a mulher começa em casa, segundo a pesquisa, pois em 27% dos casos a residência foi identificada como local do crime.

“É um evento muito importante sobre um tema que a gente precisa parar para discutir. A violência não deve ser aceita em ambiente nenhum, muito menos o doméstico”, salientou a secretária-adjunta da Secretaria de Assistência Social, Lúcia de Souza Ribeiro.

A Câmara de Arujá fica na rua Rodrigues Alves, 51, Centro.

*Fonte: Instituto Patrícia Galvão

 

Assessoria de Comunicação

imprensa.camaraaruja@gmail.com

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 14/08/2017

Fotos: Imprensa/CMA