Câmara também integrou mobilização pelo retorno do capitão Rodrigo

12jan

O Poder Legislativo também integrou a mobilização pelo retorno do capitão Rodrigo Fernandes à 3ª Companhia da Polícia Militar de Arujá. O policial militar retomou o comando do efetivo que atua no município no último dia 3/1. Os vereadores apresentaram e votaram uma Moção de Apelo (nº 269/16) pedindo a várias autoridades, entre as quais, o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), a revogação da decisão que transferiu Fernandes em junho do ano passado para Guarulhos, onde permaneceu por seis meses.

Na ocasião, os parlamentares demonstraram surpresa com a medida e lamentaram a transferência do comandante. Leia mais sobre o assunto:

Em entrevista aos jornais da cidade, Fernandes reforçou seu compromisso com ações para aproximar o efetivo da comunidade e garantiu que a PM manterá o trabalho de inteligência na busca pela redução da criminalidade.

“Volto à cidade para reativar e ampliar os projetos de polícia comunitária, tal como, o Vizinhança Solidária, além de ampliar a parceria com as associações de bairro e como sempre 24h de portas abertas ao cidadão de Arujá.  Vamos sempre primar pelo policiamento inteligente e a constante busca de redução de indicadores criminais”, enfatizou.

 

*Com informações dos jornais Diário de Arujá e Jornal da Cidade

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

4652-7015

Publicado em 12/01/2017

 

 

 

image_pdfimage_print