Caroba critica fechamento de salas de aulas em escolas estaduais

02abr
image_pdfimage_print

O vereador Renato Bispo Caroba (PT), o Renato Caroba, apresentou e teve aprovada pelo plenário da Casa na sessão ordinária da última segunda-feira (31/3), uma moção de repúdio pelo fechamento de mais de 3 mil salas de aula no Estado de São Paulo, sendo 300 nos municípios de Guarulhos, Arujá e Santa Isabel.

Caroba criticou a Secretaria Estadual de Educação pois, segundo ele, a decisão afeta a qualidade de ensino e ainda traz mais dificuldades aos professores devido a superlotação das salas de aula, além de desestimular os alunos.

“O Estado age na contramão de tudo o que nós e grande parte dos especialistas e educadores defendemos na área da Educação. Onde deveriam existir quatro salas, por exemplo, agora existem duas. Há salas com mais de 45 alunos”, afirmou Caroba ao manifestar apoio à greve dos professores. “O governo estadual disse que a greve atingiu apenas 2,5% da rede. Acho que o governo está confundindo a adesão ao movimento com o índice da Cantareira”.

O parlamentar salientou que a greve não é apenas por salários, mas também por melhores condições de trabalho e funcionamento das escolas. “Infelizmente, a imprensa prefere tachar a greve como “vermelha” em vez de discutir com alunos e professores a estrutura das unidades. As pessoas não gostam de ser taxadas de imprensa marrom, mas colocam cor na greve”, lamentou.

Colega de bancada de Caroba, o vereador Rogério Gonçalves Pereira (PT), o Rogério da Padaria, reforçou as críticas à política educacional do Estado. “É triste a realidade das escolas e ainda vivenciamos os problemas com a falta de segurança e de professores. Agora resolveram amontoar os alunos em poucas salas de aula. Isso desestimula os jovens. E jovem fora da escola, fará o que?, questionou.

O presidente da Casa, Reynaldo Gregório Junior (PTB), o Reynaldinho, manifestou-se favorável à moção. Ele também havia aprovado propositura contra o fechamento de salas no Mirante. À época, a manifestação foi acompanhada de um abaixo-assinado.

Cópias da moção serão encaminhadas ao Secretário de Educação do Estado de São Paulo, Sr. Herman Jacobus Cornelis Voorwald, à Delegacia Regional de Ensino de Jacareí, à comissão de Educação da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, à Apeoesp e a todas as escolas estaduais situadas na cidade de Arujá.

 

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

4652-7015

Publicada em 2/04/2015