Caroba defende debate sobre instalação de UTI Neonatal

25fev
image_pdfimage_print

O vereador Renato Bispo Caroba (PT) defendeu um debate mais amplo e profundo sobre a viabilidade de instalação de uma Unidade de Terapia Intensiva Neonatal em Arujá.

Durante pronunciamento realizado na sessão de 2/2/2015, Caroba relatou o caso de uma mãe de gêmeos que ficou quatro dias internada na Maternidade Municipal Dalila Ferreira Barbosa à espera de vaga em hospitais da região que contassem com UTI Neonatal, pois os bebês eram prematuros. “Ela ficou tomando remédio para segurar as crianças devido ao risco que corriam caso nascessem em Arujá”, explicou o parlamentar ao afirmar que a mulher, sob a responsabilidade do irmão, acabou sendo retirada da maternidade e levada ao hospital Santa Marcelina, em Itaquá, onde foi possível realizar o parto. “E aí pergunto: se politicamente a UTI não é viável como fazemos em um caso como este? Quanto vale uma vida?”, questionou.

Segundo ele, ainda que todos saibam do alto custo de manutenção de uma UTI, principalmente para recém-nascidos, é fundamental discutir melhor a questão. “Com todo respeito à equipe que trabalha na maternidade, mas o fato é os partos são realizados considerando que não haverá qualquer complicação. Se os bebês precisarem de  UTI terão aguardar disponibilidade de vaga em outro local porque, infelizmente, a maternidade funciona como um casa de partos”, finalizou.

 

 

 

 

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

4652-7015

Publicada em 25/02/2015