Coletor-tronco ajudará na despoluição do Ribeirão dos Índios

02out
image_pdfimage_print

Serviço de limpeza foi iniciado

A interligação do coletor-tronco Perová  à ETE (Estação de Tratamento de Esgoto) de São Miguel e a instalação de redes coletoras no Jardim Via Dutra possibilitarão a recuperação ambiental do Ribeirão dos Índios. O curso d’água, localizado no bairro, tornou-se um transtorno para os moradores devido ao acúmulo de lixo e ao despejo de esgoto doméstico.

A informação foi dada pelo secretário de Meio Ambiente da Prefeitura de Arujá, José Abílio Gouveia Teixeira ao vereador Jussival Marques de Souza (PMDB). O parlamentar solicitou providências à Prefeitura para limpeza, canalização e colocação de placa de advertência no local. O serviço já começou a ser executado (foto).

A construção deste coletor que em Arujá se chama Caputera foi anunciada em julho deste ano pelo gerente regional da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) Roberto Fumio ao prefeito Abel Larini (PR). Os serviços foram iniciados pelo bairro do Limoeiro. Serão investidos cerca de R$ 6 milhões no coletor e outros R$ 41 milhões na instalação de redes coletoras nas residências, com previsão de término para 2015.
Segundo José Abílio, os investimentos permitirão “a melhoria da qualidade ambiental no bairro”. Após a conclusão da limpeza, a Secretaria de Meio Ambiente providenciará a instalação da placa alertando para a proibição de disposição de lixo e resíduos de construção às margens do ribeirão.
Em relação à canalização, também pedida pelo vereador, o secretário informou que estando localizado em APP (Área de Proteção Permanente), o córrego ainda mantém suas funções ambientais e, portanto, não deve ser canalizado.
 
Câmara de Arujá
Assessoria de Comunicação
4652-7015
Publicado em 2/10/2014