Com casa cheia, Profª Cris do Barreto discute depressão e suicídio na Câmara

11set
image_pdfimage_print

No Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio o público lotou as dependências do Plenário Vereador João Godoy na Câmara Municipal para participar de evento alusivo ao Setembro Amarelo, organizado pela vereadora Cristiane Araújo Pedro (PSD), a Profª Cris do Barreto. A parlamentar é autora da Lei nº 3195/2019 que criou a Semana Municipal de Conscientização sobre a Depressão e Prevenção ao Suicídio.

da esq. para a direita: Profº Edval (PSDB), Reynaldinho (PTB), Profª Cris do Barreto (PSD) e Luis Camargo

Autoridades, lideranças comunitárias, alunos da rede municipal, pais e professores prestigiaram a atividade que teve como principal objetivo chamar a atenção para o aumento dos índices de depressão e suicídio, principalmente, entre jovens e adolescentes.

Na contramão de outros países, o Brasil registrou crescimento de 24% da taxa de suicídio entre adolescentes nas principais cidades brasileiras entre os anos de 2066 e 2015. Os dados são resultado de pesquisa feita pela Universidade Federal de São Paulo e publicado em abril de 2019 no portal UOL.

Na abertura, a vereadora explicou a importância de as pessoas entenderem a depressão como uma doença e quais são suas consequências, principalmente, quando se trata de suicídio. “Não cabe a ninguém julgar e sim ouvir e ajudar”, afirmou a professora ao agradecer a participação do público.

Em sua fala, advogado Luís Camargo ressalta importância do ECA

O advogado Luís Camargo, um dos palestrantes, explanou sobre as responsabilidades do Poder Público no desenvolvimento de políticas de atendimento aos direitos das crianças e dos adolescentes, previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), e no fortalecimento das redes de atendimento na área de saúde mental, como é o caso do Centro de Atenção Psicossocial (Caps). Ele defendeu a juventude e pediu mais compreensão aos adultos. “Temos de inserir o jovem no processo de cidadania, pois hoje ele está órfão de Estado e órfão de família. A realidade é diferente de tempos atrás, quando não tínhamos globalização e os pais tinha mais tempo para ficar com os filhos”, ponderou.

Lúcia Souza, voluntária do CVV

Voluntária do posto do Centro de Valorização da Vida (CVV) de Guarulhos, Ana Lúcia Sona de Souza trouxe dados sobre a depressão e orientou sobre como perceber e proceder diante de sinais de mudança de comportamento que podem indicar vontade de tirar a própria vida. “O suicídio é um processo que começa com uma ideia de morte, depois vontade efetiva de se matar e as chamadas providências pós-morte como, por exemplo, visitar alguém que não via há muito tempo para se despedir. As pessoas dão sinais”, salientou.

Segundo ela, o mais importante é não brincar com a dor do outro. “Quando alguém contar para você sobre um problema pergunte, antes de tudo, como ela está se sentindo”, explicou.

Grupo de teatro da Escola Livre de Música é aplaudido pelo público

São sete, pelo menos, as situações que podem levar ao suicídio – são os chamados 7 D’s: depressão, delírios, dependência química, desamparo, desprezo, desesperança e dor psíquica. “Depressão não é frescura e nem falta de Deus”, enfatizou Lúcia.

Arte

O grupo teatral da Escola Livre de Música, coordenado pelo professor Jean Fernando Aparecido Inacio, apresentou o espetáculo Diga Não à Depressão. Os alunos trouxeram ao palco improvisado as angústias dos jovens na atualidade enfatizando, por exemplo, o esforço para aceitar o próprio corpo e assumir a orientação sexual. Ao final, foram ovacionados.

Os vereadores Reynaldo Gregório Junior (PTB), o Reynaldinho, Presidente do Legislativo, Ana Cristina Poli (PL) e Edval Barbosa Paz (PSDB), o Profº Edval, além do secretário adjunto de Saúde Martino José Piatto marcaram presença no evento.

CVV
O CVV existe há 57 anos e presta atendimento voluntário a pessoas em situação de depressão ou que estão prestes a cometer suicídio. O serviço é gratuito e de abrangência nacional, sem identificação do autor da chamada. O número é o 188. Mais informações podem ser consultadas pelo site: www.cvv.org.br.

Câmara Municipal de Arujá

Assessoria de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

silmara@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 11/9/2019

Texto: Silmara Helena

Fotos: Imprensa/CMA