Comissão da Câmara cobra laudo técnico que comprove condições de uso de prédio da Eufly Gomes

30nov
image_pdfimage_print

O estado de abandono e degradação da Escola Municipal (EM) Professor Eufly Gomes, no Centro Residencial, deixou alarmados os vereadores Rogério Gonçalves Pereira (PSD), o Rogério da Padaria, e Luiz Fernando Alves de Almeida (PSDB) durante a segunda vistoria que fizeram à unidade em três meses.

Comissão realizou nova vistoria para apurar se medidas haviam sido tomadas na escola, porém nada foi feito. Imprensa/CMA

Os parlamentares já haviam visitado o local em 2 de agosto, quando constataram diversos problemas estruturais. Eles fizeram apontamentos à Prefeitura de Arujá e retornaram à unidade, em 12 de novembro, para apurar as medidas adotadas. No entanto, encontraram a mesma situação: infiltrações e telhados danificados nas salas 7 e 8, além do acúmulo de água no teto e em diversos pontos do prédio.

Preocupados, os vereadores protocolaram por meio da Comissão de Educação, Saúde e Assistência Social – que eles compõem – um requerimento endereçado ao Executivo no qual solicitam que “seja elaborado um laudo técnico estrutural por profissional idôneo e devidamente habilitado relatando que o imóvel está em condições de uso e não oferece risco aos alunos”. A propositura foi aprovada na Sessão de 28/11.

“O estado crítico em que encontramos a unidade muito nos preocupou. A segurança dos alunos da unidade não está assegurada em nosso entendimento. Porém, esta Comissão não possui conhecimento técnico específico para dar força a esta afirmação”, diz o documento.

Vandalismo

Não é de hoje que a Eufly Gomes sofre com invasões e vandalismo. No entanto, durante o último final de semana, criminosos arrombaram portas, quebraram vidros e furtaram um computador e duas impressoras da unidade.

O vereador Rafael dos Santos Laranjeira (PSB) repercutiu o fato durante a Sessão de 28/11. Em Tribuna, o parlamentar cobrou uma atuação mais ostensiva da Guarda Civil Municipal (GCM) de Arujá na preservação do patrimônio público.

“Não podemos deixar que tirem de nossas crianças o pouco que têm”, desabafou nas redes sociais a vereadora Cristiane Araújo Pedro (PSD), a Profª Cris do Barreto, que é professora na unidade.

A unidade atende atualmente 627 alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental.

 

 

Câmara Municipal de Arujá

Assessoria de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

renan@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 30/11/2018

Texto: Renan Xavier

Fotos: Imprensa/CMA