Em menção à Lei Áurea, Gabriel enaltece abolicionista histórico

16maio
image_pdfimage_print

A luta de Francisco José do Nascimento (1839-1914), conhecido como Dragão do Mar ou Chico da Matilde, foi exaltada pelo vereador Gabriel dos Santos (PSD) em sua fala na Tribuna Livre, em 15/05 – em referência à segunda-feira última (13/05) quando foram celebrados os 131 anos da Lei Áurea.

Dragão do Mar, segundo relatou Gabriel, foi um dos pioneiros na luta contra a escravidão no estado do Ceará. O jangadeiro recusava-se a trazer as pessoas trazidas da África dos navios negreiros para as praias, onde eram comercializadas como mercadorias.

O líder jangadeiro e abolicionista, símbolo da resistência popular cearense contra a escravidão, foi homenageado pelo governo do Ceará com o batismo do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, além de ter seu nome inscrito, em 2017, no Livro dos Heróis da Pátria, que se encontra no Panteão da Pátria e da Liberdade Tancredo Neves, em Brasília.

“Esse grande homem merece ser lembrado nesta data”, disse o parlamentar, que relatou ter enfrentado seus próprios desafios: “Já enfrentei muitas barreiras por ser negro, mas não tenho problema nenhum com isso. Nascemos para resistir, enfrentar”, orgulha-se. “Meus ancestrais viveram situações degradantes nos porões dos navios negreiros. Muitos morreram, pois tinham que remar incessantemente para que o navio cruzasse o oceano”, relata.

Ato reiterado das últimas sessões, Gabriel ainda aproveitou seu momento de fala para tecer duras críticas ao governo do Presidente Jair Bolsonaro (PSL), para o qual, segundo ele, “faltam adjetivos para qualificar”. “Quem não conhece a história dos negros fala baboseiras, inclua-se nesta lista o Presidente da República. Este senhor teve o despautério, a pachorra de dizer que não escravizou ninguém, mas o Brasil, país que ele representa, escravizou muita gente”, criticou.


Câmara Municipal de Arujá

Assessoria de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

renan@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7000 / 7067

Publicado em 16/05/2019

Texto: Renan Xavier

Fotos: Imprensa/CMA