Emenda de iniciativa popular destinada à construção de escola no Jordanópolis é aprovada

15dez
image_pdfimage_print

Atendendo a reivindicação de moradores da região do Jordanópolis, a Câmara de Arujá aprovou a inclusão de R$ 600 mil ao Orçamento de 2017 para construção de uma nova escola no bairro. Organizada, a população participou ativamente das audiências públicas e solicitou aos vereadores através de vários emails a inserção da proposta na Lei Orçamentária Anual (LOA) do próximo ano. A emenda de iniciativa popular, incorporada pela Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária sob nº 492/16, foi aprovada por 10 votos durante sessão extraordinária realizada na última quinta-feira (15/12).

Na ocasião, os pais explicaram que há cinco anos a Prefeitura e o Estado compartilham o prédio, obrigando crianças de sete anos a dividir o mesmo espaço físico com meninos e meninas de 17. Quem tem filhos na unidade reclama, não apenas da convivência dos pequenos com os adolescentes, como também da falta de espaço para lazer e recreação.

Rogério da Padaria votou contra Orçamento 2017

Paraíba Car protestou contra rejeição de emenda da UTI

Outras duas emendas de autoria da Comissão, presidida pelo vereador Sebastião Vieira de Lira (PSDC), o Paraíba Car, irão compor a LOA. Com apoio do plenário, foram destinados recursos no valor de R$ 400 mil para construção de uma creche no bairro do Mirante (emenda nº 480/16) e R$ 100 mil (emenda nº 477/16) para estruturação da Guarda Civil Municipal (GCM).

O vereador Rogério Gonçalves Pereira (PSD), o Rogério da Padaria, que votou contrário à peça orçamentária, apresentou e teve aprovada emenda de R$ 60 mil voltada a a projetos sociais e educacionais (emenda nº 478/2016). Renato Bispo Caroba (PT) remanejou R$ 100 mil para o aumento do número de castrações no Canil Municipal. A Mesa Diretora também aprovou, por meio de emenda, o remanejamento de recursos dentro de suas dotações.

A única proposta rejeitada, sob protesto de Paraíba Car, foi a que previa a destinação de 2 milhões à instalação de uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal (emenda nº 493/16). A justificativa para a rejeição foi a falta de apontamento da dotação orçamentária que proveria o recurso à Saúde.

Votaram favoráveis à LOA: Abel Franco Larini (PR), o Abelzinho, Reynaldo Gregório Junior (PTB), o Reynaldinho, Valmir Moreira dos Santos (PR), o Valmir Pé no Chão, Jussival Marques de Souza (PMDB), Renato Bispo Caroba (PT), Vicente Nasser do Prado (PR), o Souzão, Gabriel dos Santos (PSD), Júlio Taikan Yokoyama (PSDB), o Júlio do Kaikan, e Edvaldo de Oliveira Paula (PTB), o Castelo Alemão. Quatro parlamentares estavam ausentes: Odair Neris (PSB), o Mano’s; Gilberto Daniel (DEM), o Gil do Gás, vice-presidente do Legislativo, e Wilson Ferreira da Silva (PSB), o Dr. Wilson.

Arujá terá cerca de R$ 260,5 milhões de orçamento para 2017. Agora, o projeto seguirá à sanção do Executivo.

 

 

Câmara de Arujá
Assessoria de Comunicação
imprensa@camaraaruja.sp.gov.br
4652-7015
Publicado em 15/12/2016