Escola de música: audiência define pauta de reivindicações

22ago
image_pdfimage_print

Comissão acompanhará resultados

Comissão formada por pais, professores e representantes da Câmara e da Prefeitura vai discutir e acompanhar junto à Secretaria de Educação o atendimento da pauta de reivindicações propostas pela população para melhorar as condições da Escola Municipal Livre de Música “Edmundo Ramos Barbosa” localizada no Jardim Rincão.

A decisão foi tomada ontem (21/08/2014) durante audiência pública que reuniu cerca de 80 pessoas no plenário Vereador João Godoy na Casa Legislativa.

A reunião durou mais de duas horas e os pais de alunos reiteraram os pedidos feitos por meio de abaixo-assinado. Eles exigem que a Prefeitura destine verba para manutenção da escola de música, compre novos instrumentos, ampliem cursos e número de professores e viabilizem transporte para as crianças.

A professora Solange da Cruz, que é mãe de aluno da Escola Livre de Música, representou os pais e afirmou que a escola funciona de maneira precária. “O local não foi planejado para ser uma escola de música. Falta auditório, faltam salas e os alunos não conseguem ampliar o repertório por falta de professores. O problema está em como o município encara a cultura. Tenho a impressão que não enxergam a cultura como direito, mas como um favor”, criticou. O filho de Solange frequenta a escola há três anos.

Representantes das secretarias de Educação e Cultura negaram a falta de estrutura. “Todos os problemas da Escola de Música informados à Secretaria foram resolvidos”, disse a secretária de Educação, Maria Goretti Alencar Aguiar ao citar o conserto no telhado da unidade, solicitado pelo ex-gestor.

Sobre as outras reclamações dos pais, Maria Goretti se comprometeu a estudar a possibilidade de atendimento e disse estar aberta ao diálogo. “Para este ano, estamos com o planejamento fechado. Podemos verificar a possibilidade de solucionar os problemas de transporte e lanche para as crianças. No caso dos instrumentos, já fizemos o levantamento para a compra”, explicou.

O vereador Rogério Gonçalves Pereira, o Rogério da Padaria, relator da Comissão de Educação, Saúde e Assistência Social cobrou a necessidade de respostas efetivas e imediatas e garantiu que vai encaminhar as reivindicações dos pais à Prefeitura. “Vamos enviar o relatório à secretaria e acompanhar. Queremos retorno”. A audiência foi coordenada pelo vereador José Sidnei Schaide (PR), o Cocera Cabelo, que preside a Comissão de Educação.

Também participaram e se manifestaram os vereadores Gabriel dos Santos (PSD), Edvaldo de Oliveira Paula (PTB), o Castelo Alemão e Renato Bispo Caroba (PT).

Além da secretária, Maria Goretti, também representaram a Prefeitura na audiência a secretária-adjunta de Cultura, Marilisa Cajueiro e a diretora de Cultura, Rosângela Samorano.

Pauta de reivindicações

  • Montar comissão para acompanhar atendimento às reivindicações
  • Nomeação do novo diretor
  • Plano de Carreira para Professores
  • Criação de ficha orçamentária para a Escola de Música
  • Garantia de transporte aos alunos
  • Polos descentralizados
  • Compra de instrumentos
  • Garantia de lanche aos alunos
  • Inclusão de aulas para formação de Dj’s
  • Criação de curso de bateria
  • Piso adequado para aulas de dança
  • Lista de material para viabilizar compra por meio de processo licitatório

 

 Veja íntegra da audiência pública: http://youtu.be/U5YZLIJQlDs#t=0ms

 
Fonte: Assessoria de Comunicação/Câmara de Arujá