Galpão onde funciona Associação de Catadores terá nome de ex-cooperada

15out
image_pdfimage_print

Projeto de Lei (nº 155/2018) do vereador e Presidente do Legislativo municipal, Abel Franco Larini (PR), o Abelzinho, denomina o prédio onde está instalada a Associação de Catadores de Arujá (Cora), na Avenida Londres, de Galpão Priscila Conche Domingos de Oliveira.

Na propositura, Abelzinho relata que Priscila ingressou na Cora em 2006 e, como cooperada, exerceu grande influência na expansão da associação dividindo seus conhecimentos e contribuindo para a capacitação de colegas. Contudo, ela e o marido faleceram em um acidente de carro na Avenida Mário Covas, em 2009, fato que deixou todos seus colegas consternados.

A comoção causada pelo episódio motivou a aprovação do nome de Priscila para batizar o galpão utilizado como centro de triagem. A homenagem foi aprovada em Assembleia Geral Extraordinária da cooperativa naquele mesmo ano. Porém, de acordo com o ofício de n° 577/DA/2018 e Processo de n° 277691/2018 da Prefeitura de Arujá, ainda não há denominação oficial para o local.

“Este projeto de Lei visa, enfim, formalizar este merecido reconhecimento”, disse o parlamentar ao defender o projeto. “Priscila teve sua vida precocemente interrompida, mas enquanto pôde contribuiu muito para que a associação da qual fez parte desenvolvesse suas atividades de verdadeiros agentes ambientais”, destacou o Presidente da Câmara.

A propositura contou com a aprovação de 13 vereadores (dois estavam ausentes) e deve passar por 2ª discussão e votação para ser encaminhada à sanção do Prefeito José Luiz Monteiro (MDB).

 

 

 

Câmara Municipal de Arujá

Assessoria de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

(11) 4652-7015

Texto: Renan Xavier

Fotos: Imprensa/CMA

05/10/2018