Legislativo aprova moção pela permanência de Capitão Rodrigo a frente do Batalhão da PM em Arujá

06jul

Vereadores de Arujá lamentaram a abrupta saída do capitão Rodrigo Fernandes do comando do 31º Batalhão da Polícia Militar e aprovaram por unanimidade uma moção de apelo (nº 269/16) na expectativa de reverter a decisão tomada pelo governo do Estado de transferi-lo para outro município. Os parlamentares consideraram a medida um retrocesso.

Dr.Wilson_editada_2

Dr. Wilson: “A PM errou”

21.03.16_Castelo_Alemao

Castelo: “conhecer o território leva tempo”

“Quem está sendo penalizada é a população de Arujá. Diferente de alguns outros comandantes que passaram por aqui o capitão Rodrigo respeitava a sociedade. A PM errou”, apontou o vereador Wilson Ferreira da Silva (PSB), o Dr. Wilson.

Edvaldo de Oliveira Paula (PSC), o Castelo Alemão, também elogiou a capacidade de diálogo do comandante e disse que a troca prejudica o trabalho. “Adquirir conhecimento da cidade leva tempo e foi este conhecimento acumulado ao longo dos dias que permitiu o avanço do trabalho dos policiais”, explicou. O republicano Vicente Nasser do Prado, o Souzão, disse esperar que a moção traga o capitão de volta, pois o militar estava fazendo um excelente trabalho.

01.04.15_Souzao_tribuna

Souzão: “espero que moção dê resultado”

22.02.16_Gabriel_Santos

Gabriel: “fui surpreendido”

Líder do governo, Gabriel dos Santos (PSD) afirmou ter sido surpreendido com a notícia e também destacou a habilidade do Capitão de superar os problemas. “Todos sabemos que a Polícia enfrenta uma série de dificuldades para exercer seu papel, mas Capitão Rodrigo tinha um diferencial e sabia ouvir a população, a nossa administração, fazendo um trabalho voltado a isso. O pedido para sua volta não é só nosso. É de toda a comunidade de Arujá.”

“Recebemos um abaixo-assinado com centenas de adesões, pois o comandante já conhecia a todos. É impressionante! Quando o trabalho começa a dar certo, alguém decide tirar a pessoa”, lamentou Reynaldinho.

Vice-presidente do Legislativo, Gilberto Daniel (DEM), o Gil do Gás, afirmou estar entristecido. “Em vez de tirar o capitão Rodrigo, a PM deveria ter mandado mais viaturas e mais policiais para Arujá.”

01.02.16_Marcio

Dr.Márcio: “é muito triste”

01.02.16_Reynaldinho_1

Reynaldinho: “temos uma abaixo-assinado com centenas de adesões”

Na mesma linha, Abel Franco Larini (PR), o Abelzinho, e Jussival Marques de Souza (PMDB), fizeram questão de demonstrar a indignação pela transferência do capitão. “Ele era incansável”, disse Abelzinho ao sugerir o agendamento de uma reunião com o comando da PM.

“Tomara que as autoridades considerem nossos argumentos e revejam o pedido de transferência”, torce Márcio José de Oliveira (PRB), o Dr. Márcio, ao reforçar a ideia de que o Legislativo deve tratar do assunto pessoalmente com o comando da PM. “É muito triste, pois quando o comandante cumpre seu período de maturação, conhece o território, o que leva tempo, é transferido. Estive na secretaria reivindicando melhor infraestrutura para Arujá e quando temos um comandante jovem, arrojado, que atua com inteligência somos surpreendidos com sua saída.”

Jussival_01

Jussival também lamentou

06.06.16_Abelzinho

Abelzinho: “devemos agendar reunião com o Comando”

14.03.16_Renato_Caroba

Caroba afirma que marcará reunião com comando da PM

O presidente do Legislativo Renato Bispo Caroba (PT) se comprometeu a agendar reunião com o comando da PM, conforme sugestão de alguns vereadores, e também deixou registrado o seu descontentamento com a transferência. “O Capitão Rodrigo nos ajudava bastante e já havia criado um vínculo com a comunidade. Vou acatar sugestão dos colegas e agendar reunião com o comando tendo em vista a nossa preocupação com a segurança no município”.

A Câmara ainda encaminhará cópia da moção ao governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, ao Presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo Fernando Capez, ao Secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo Mágino Alves Barbosa Filho, ao Comandante Geral da Policia Militar do Estado de São Paulo Ricardo Gamborini, ao Comandante do CPA-M7 Alberto Maffi Sardilli, ao Comandante do 31º BPM na pessoa do seu Comandante e ao prefeito de Arujá, Abel José Larini.

 

Foto principal: Júlio do Kaikan com capitão na inauguração da Mário Covas

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

4652-7015

Publicado em 06/07/2016

image_pdfimage_print

One thought on “Legislativo aprova moção pela permanência de Capitão Rodrigo a frente do Batalhão da PM em Arujá

  1. […] Legislativo aprova moção pela permanência de Capitão Rodrigo a frente do Batalhão da PM em Aruj… […]

Comments are closed.