Legislativo também pressiona por alterações na Zona Azul

23jan

 

Vereadores de Arujá também estão reivindicando à Prefeitura alterações no sistema de cobrança do estacionamento rotativo. Na prática, o Legislativo requer a retirada da Zona Azul em vias específicas nas quais se localizam equipamentos públicos como escolas, velórios, cemitérios e unidades de saúde.

Cris do Barreto em reunião com José Luiz para tratar da Zona Azul

O parlamentar Gabriel dos Santos (PSD) foi um dos primeiros a se manifestar sobre o assunto no final do ano passado, durante sessão extraordinária, exigindo da administração municipal alteração no decreto que estipulou as regiões nas quais vigoraria o sistema. “É preciso suspender imediatamente a cobrança nas proximidades do velório e do cemitério. As pessoas estão velando ou enterrando seus entes queridos e ainda precisam se preocupar se terão ou não o seu carro multado”, protestou em pronunciamento feito na Tribuna da Casa.

A vereadora Cristiane Araújo Pedro (PSD), a Cris do Barreto, recém-empossada, decidiu falar diretamente com o prefeito José Luiz Monteiro (PMDB)  e protocolar junto ao Gabinete um ofício pedindo que a Prefeitura inclua na área de isenção da cobrança as vias próximas a equipamentos públicos de saúde.

Rafael Laranjeira também reforçou pedido

Reivindicação reforçada pelo vereador Rafael Santos Laranjeira (PSB), o Rafael Laranjeira, ao acrescentar em documento encaminhado à Secretaria de Governo, a possibilidade de suspensão do pagamento de Zona Azul nas proximidades de três escolas estaduais da região central– Dr. Renê de Oliveira Barbosa, Dr. Washington Luiz Pereira de Souza e Profªº Esli Garcia Diniz.

Na última semana (16/1), o diretor geral da Prefeitura, Joncy Silva, se reuniu com a Merlos Junior, concessionária responsável pelo serviço, para discutir alternativas.

“Temos recebido, de todas as partes, pedidos para não ter mais a Zona Azul na rua do PA, do Velório e do Cemitério porque são lugares onde a maioria das pessoas vai e não tem previsão da hora que sairá. Estou apresentando esta situação à empresa para analisarmos se e como seria possível atender a isso”, afirmou Joncy.

A Lei Municipal nº 2765, que criou o estacionamento rotativo em Arujá, foi aprovada em 2015 pela Câmara. Na ocasião, o Executivo incorporou ao texto legal quatro emendas de autoria do vereador Wilson Ferreira da Silva (PSB), o Dr. Wilson, que tratava das possibilidades de isenção para veículos oficiais, de idosos e/ou deficientes. As emendas foram acrescidas ao artigo 4º da Lei.

 

 

Fonte: Prefeitura de Arujá

Foto: Gabinete Parlamentar/Cris do Barreto

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

4652-7015

Publicado em 23/01/2017

 

 

 

 

 

 

image_pdfimage_print