Por inclusão de surdos, Ana Poli propõe “Setembro Azul”

27ago
image_pdfimage_print

Tramita na Câmara de Arujá um projeto de Lei que institui no calendário oficial do município o Setembro Azul, uma campanha de conscientização sobre os direitos das pessoas surdas. A proposta é de autoria da vereadora Ana Cristina Poli (PL) e visa estabelecer um cronograma de atividades para o debate e fomento de políticas públicas de inclusão deste público.

De acordo com a propositura, no mês de setembro de cada ano seriam promovidas atividades, tais como campanhas publicitárias, institucionais, seminários, palestras, reuniões, apresentações teatrais, passeatas, audiências públicas, exposições, festas ou outros eventos e cursos sobre a deficiência auditiva.

De acordo com a justificativa do PL nº 237/2019, é no mês de setembro que, em todo país, acontecem encontros, palestras, lançamentos de livros e atividades promovidas pelas associações e instituições que desenvolvem trabalhos com surdo. O objetivo, explica a vereadora, é promover uma reflexão sobre a situação deste público, bem como discutir políticas para garantir uma cidadania digna e plena.

“No muncípio de Arujá, infelizmente, temos pouco ou nenhum debate efetivo sobre   inclusão dos surdos”, ponderou Ana Poli, para a qual é fundamental que o Legislativo “dê o primeiro passo” para uma sociedade mais acessível e inclusiva. “A aprovação deste projeto será o início de um processo de amplo debate sobre medidas que possam beneficiar essa comunidade”, avaliou a vereadora.

Câmara Municipal de Arujá

Assessoria de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

renan@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 27/8/2019

Texto: Renan Xavier

Fotos: Imprensa/CMA