Líder budista, Daisaku Ikeda, receberá Título de Cidadão Arujaense, dia 18/11

11nov
image_pdfimage_print

O líder budista japonês Daisaku Ikeda será agraciado com o Título Honorífico de Cidadão Arujaense. A iniciativa é do vereador Renato Bispo Caroba (PT) que destacou, em sua justificativa, as contribuições do presidente mundial da organização Soka Gakkai para a promoção da paz, da educação e da cultura em diversas cidades do mundo, entre as quais Arujá, onde a instituição possui cerca de 300 membros.

A sessão solene de entrega do Título está marcada para 18 de novembro (quarta-feira), às 19h, no plenário Vereador João Godoy.

daisaku_small

Daisaku Ikeda, o homenageado

Nascido no Japão há 87 anos, Ikeda assumiu a Soka Gakkai em 1960 e, desde então, trabalha para a expansão da filosofia humanista Nichiren Daishonin. Além do Brasil, onde a Associação Brasil Soka Gakkai Internacional (ABSG) conta com mais de 60 mil famílias ou 200 mil associados, a Soka Gakkai está presente em outros 200 países tendo mais de 12 milhões de integrantes.

“O trabalho do presidente Daisaku Ikeda prossegue percorrendo o mundo, aplicando ativamente os princípios da filosofia budista aos problemas da humanidade e empenhando-se vigorosamente para criar uma nova era no século XXI – uma era de esperança, compreensão, respeito mútuo, paz e prosperidade embasada no verdadeiro humanismo”, explicou Caroba na propositura.

05.10.15_Sessao_Daisaku

Sessão em que foi aprovada a proposta de título

Formado nas Faculdades Fuji Junior, Ikeda também é autor de romances, ensaios e poesias sobre temas variados abrangendo o humanismo, a paz, a sociedade, a juventude, a arte e a literatura. Seus escritos foram traduzidos em mais de 14 idiomas. É casado com Kanebo e tem dois filhos – Hiromasa e Takahiro.

Um das primeiras cidades a adotar a filosofia da Soka Gakkai,  Arujá, segundo Caroba, também foi pioneira na formação de núcleos nos bairros. Os núcleos divididos em blocos ou comunidades realizam reuniões semanais promovendo diálogos, estudos e atividades culturais.

O projeto de decreto legislativo nº 022/2015, que propôs o título, foi aprovado na sessão ordinária de 5/10/2015.

 

 

Câmara de Arujá
Assessoria de Comunicação
4652-7015
imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

Publicada em 04/11/2015