Prefeitura apura impacto financeiro para promoção de guardas

06fev
image_pdfimage_print

A Prefeitura de Arujá deverá finalizar nos próximos dias os trâmites administrativos exigidos para efetivar a promoção de 17 guardas municipais à primeira classe. O processo, iniciado no ano passado com a aprovação pela Câmara Municipal do projeto de lei nº 115/14 de autoria do Executivo, que permitiu a ampliação de vagas neste nível, está em fase de apuração de impacto financeiro pelo Departamento de Recursos Humanos.

A alteração de classe é uma reivindicação antiga dos guardas municipais e contou com a intervenção e apoio do vereador Rogério Gonçalves Pereira (PT), o Rogério da Padaria e da ex-deputada federal Janete Pietá, também do PT, junto ao prefeito Abel Larini (PR). Ele se comprometeu a atender o pleito.Rogerio_Guardas_prefeitura

Segundo a Diretoria de Comunicação da Prefeitura, após concluído o levantamento dos custos, a planilha será encaminhada à Secretaria de Finanças para verificação de existência de recurso. Caso não haja, será necessário viabilizar suplementação de verba.

Arujá possui atualmente 38 guardas municipais. Destes, 21 reivindicaram a promoção à primeira classe. Quatro deles garantiram a elevação de categoria por meio de ação judicial e os demais aguardavam encaminhamento administrativo da questão.

A promoção é confirmada com a publicação de portaria assinada pelo prefeito.

 

 

Câmara de Arujá
Assessoria de Comunicação
4652-7015
imprensa@camaraaruja.sp.gov.br
Publicada em 06/02/2015