Repasse da Nova Dutra a Arujá supera R$ 1,5 milhão em 2016

30jan
image_pdfimage_print

Arujá recebeu, no ano passado, mais de R$ 1,5 milhão da concessionária CCR Nova Dutra, responsável pela administração da rodovia Presidente Dutra (BR 116). O montante refere-se a 5% do valor bruto do Imposto sobre Serviços de Quaisquer Natureza (ISSQN), gerado pela cobrança das tarifas de pedágio.

Acesso à Dutra em Arujá/Foto: Lumix Art Filmes

O repasse é feito de forma proporcional entre as cidades conforme a participação de limite territorial, ou seja, de acordo com a quilometragem voltada para a rodovia. Desde o ano de 2000, quando passou a vigorar a nova Lei do ISSQN, foi recolhida a quantia de R$ 52 milhões aos três municípios cortados pela Dutra na região do Alto Tietê: Arujá, Guararema e Santa Isabel. Se forem consideradas as 36 cidades servidas pela via Dutra, o valor transferido supera R$ 630 milhões.

O montante de 2016 destinado a Arujá é 3,6% maior que o apurado em 2015, segundo informações fornecidas pela concessionária e publicadas na edição de 24/01/17 do jornal Diário do Alto Tietê.

Ascendino Mendes, presidente da CCR NovaDutra, reforça a responsabilidade social da concessionária. “O repasse de ISSQN gera um ciclo extremamente positivo. A CCR NovaDutra presta um serviço de qualidade e parte da receita arrecadada é revertida aos municípios em forma de recursos pelo imposto. Todas as cidades às margens da rodovia recebem a alíquota máxima do ISSQN, com isso, a via Dutra contribui para o desenvolvimento, crescimento e investimentos nas cidades”, salientou.

 

 

 

Fonte: CCR Nova Dutra/DAT

Fotos: Lumix Art Filmes

 

 

 

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 30/01/2017