Reynaldinho é eleito presidente da Câmara pela segunda vez

12dez
image_pdfimage_print

da esq para direita: Gabriel, 1º secretário; Reynaldinho, Presidente; Gil do Gás, vice-presidente e Cocera Cabelo, 2º secretário

da esq para direita: Gabriel, 1º secretário; Reynaldinho, Presidente; Gil do Gás, vice-presidente e Cocera Cabelo, 2º secretário

O vereador Reynaldo Gregório Junior (PTB), o Reynaldinho, foi eleito Presidente da Câmara de Arujá, em sessão extraordinária realizada hoje (10/12) no plenário Vereador João Godoy. Ele obteve 12 votos e vai comandar a Casa Legislativa pelo período de um ano, a partir de 1º de janeiro de 2015. Junto com ele assumirá a nova Mesa Diretora, também eleita, composta pelos vereadores: Gilberto Daniel (PRB),o Gil do Gás, na vice-presidência, Gabriel dos Santos (PSD), como 1º secretário e José Sidnei Schaide (PR), o Cocera Cabelo, na 2ª secretaria.

Assumindo pela segunda vez como Presidente, Reynaldinho lembrou o pai que, há 28 anos, nesta mesma data, disputou o cargo e alcançou a vitória. Ele (seu pai) também comandou por duas vezes a Câmara de Arujá e chegou assumir a Prefeitura por oito meses na década de 80.

Prometendo manter os compromissos assumidos pela atual gestão, da qual é aliada, Reynaldinho afirmou, no entanto, que quer imprimir sua marca pessoal. “A gestão deve ter a cara de seu Presidente”, afirmou. Mesmo sem adiantar planos, garantiu que haverá mudanças administrativas e pretende melhorar as condições da Casa Legislativa. Ele salientou, porém, que o maior desafio é “fazer uma gestão responsável dos recursos orçamentários”.

A eleição transcorreu em clima de tranquilidade. Apenas o vereador Sebastião Vieira de Lira (PSDC), o Paraíba Car, colocou seu nome para disputa, mantendo um forte discurso de oposição ao atual governo. “A decisão está não mãos de vocês. Vamos juntos mudar o cenário político de Arujá e mostrar que existe um outro lado”, afirmou na tribuna. Ele concorreu em todos os cargos, mas obteve apenas o seu voto para cada um deles.

Valmir Moreira dos Santos (PR), o Valmir Pé no Chão, Gabriel dos Santos, Odair Neris (PSB), o Manos e Cocera Cabelo que chegaram anunciar a candidatura à Presidência disseram no momento do voto que a falta de apoio da Casa obrigou-os a desistir da disputa.

Com a ausência do colega de bancada Rogério Gonçalves Pereira, o Rogério da Padaria, o petista Renato Bispo Caroba se absteve de votar para Presidente. Ocupando a segunda secretaria, Renato aproveitou para agradecer o tempo que integrou a Mesa Diretora e disse ter aprendido muito. Ele seguiu o voto da maioria para os demais cargos. Tanto o vice-presidente quanto o 1º e o 2º secretários conquistaram 13 votos cada um.

O atual Manos e Edvaldo de Oliveira Paula (PTB), o Castelo Alemão, que exerce a função de 1º secretário, falaram em clima de despedida e agradeceram a confiança dos colegas e o período em que puderam integrar a Mesa.

Disposto a ser um vice “atuante e presente”, Gil do Gás, disse estar orgulhoso e honrado em assumir o cargo e tem propostas a serem apresentadas ao Presidente. “Quero discutir mudanças no Regimento Interno, pois temos de garantir que o uso da tribuna seja feito com responsabilidade e haja mais respeito por esta Casa”, apontou. Segundo ele, o trabalho na Câmara deve ser feito em conjunto, pois “todos os vereadores são iguais”.

Prestes a deixar a Presidência, função que exerce pela quarta vez, Abel Franco Larini (PR),o Abelzinho, agradeceu aos colegas da Casa e, especialmente, aos da Mesa Diretora. “Foi um período excelente em que priorizei o diálogo e o respeito entre os pares. Estamos finalizando com saldo muito positivo”, garantiu.

A nomeação dos vereadores para as Comissões Permanentes, prevista para a mesma sessão, foi adiada com a concordância da maioria dos presentes.

Câmara de Arujá
Assessoria de Comunicação
4652-7015
imprensa@camaraaruja.sp.gov.br
Publicada em 10/12/2014