Rogério da Padaria repudia violência policial no Barreto e informação distorcida publicada em jornal

21mar
image_pdfimage_print

Em fala durante a Sessão de 20/03, o vereador Rogério Gonçalves Pereira (PSD), o Rogério da Padaria, denunciou a ação abusiva da Polícia Militar no Parque Rodrigo Barreto ocorrida no último domingo, 17/03. Vídeos gravados por munícipes flagram o momento em que um PM agride com tapas e uma rasteira pelas costas um morador já algemado. A vítima, que não tem passagem pela polícia, sofreu cortes na boca e no queixo levando 16 pontos.

Em nota à imprensa, a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) reconheceu excessos na ação e determinou o afastamento do policial envolvido nas agressões.

Segundo Rogério da Padaria (PSD), a ação do PM foi desastrosa e sua postura não condiz com o que se espera de um agente de segurança pública. O parlamentar aproveitou para exigir retratação a um jornal local, que teria publicado uma matéria com informações falsas.

Vereador acusa distorções

Com um exemplar do periódico em mãos, o vereador elencou controvérsias da narrativa jornalística e exigiu retratação. “Os moradores daquela região são cidadãos de bem e merecem respeito. A gente tem direito, sim, de se divertir. E a Polícia tem obrigação de nos trazer segurança”.

Referindo-se à manchete “Pancadão no bairro irrita comunidade e dá trabalho à PM”, o parlamentar disse que estava presente à festa – comemoração de um título de futebol amador – acompanhado dos filhos, e que, diferentemente do noticiado, ocorreu na tarde de domingo, por volta das 17h, e não de madrugada.

“Tinha muita gente na rua, de fato, mas não tinha nenhum ‘pancadão’ como foi noticiado”, disse. A matéria ainda aponta a promoção de um baile funk com “som abusivo e promiscuidade”. “Tem que explicar para a autora da matéria o significado dessa palavra ‘promiscuidade’”, disse Rogério.

Outra informação desmentida pelo parlamentar foi a de que a viatura foi recebida a pedradas por organizadores do suposto baile funk. “Isso é outra mentira. Os policiais multaram todos os carros que estavam estacionados na mão contrária da via, o que não é o problema, esse é o trabalho deles. No entanto, na saída a viatura abordou com truculência três jovens que seguiam em direção a um supermercado. Sabemos do esforço da PM, especialmente, do capitão Rodrigo de reduzir os índices de criminalidade na cidade. Mas não podemos aceitar esse tipo de atitude contra um trabalhador”, finalizou.


Câmara Municipal de Arujá

Assessoria de Comunicação

www.camaraaruja.sp.gov.br

imprensa.camaraaruja@gmail.com

renan@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7000 / 7067

Publicado em 21/03/2019

Texto: Renan Xavier

Fotos: Imprensa/CMA