Servidores terão cota de 10% das moradias da CDHU; solicitação foi feita por Dr.Wilson

26maio
image_pdfimage_print

A Prefeitura de Arujá e a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) destinarão 10% das 391 moradias em fase final de construção na Fazenda Albor, região do Jardim Emília, para servidores públicos. A solicitação foi feita pelo vereador Wilson Ferreira da Silva (PSB) que, em março, por meio do requerimento nº 1650/15, questionou a administração municipal sobre o andamento das negociações com a CDHU para garantir a cota de atendimento a estes trabalhadores.

A resposta veio com o decreto nº 6416/15, publicado no jornal Diário de Arujá em 9/5/2015, que definiu em seu artigo 12º o percentual de reserva. “Foi uma vitória, pois não é de praxe que isso ocorra”, salientou Dr. Wilson. Ele explica que a cota é justa neste caso, pois deixa a concorrência mais equilibrada. “O número de servidores é bem menor que a demanda da cidade por moradia e sabemos que muitos deles não têm casa própria. A cota aumentará as chances de o servidor ser contemplado.”

A data para início das inscrições ainda não foi definida. Segundo a Prefeitura, caberá à CDHU a divulgação do calendário.

 

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

4652-7015

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

Publicada em 25/05/2015