SP Mar inicia recuperação da Adília Barbosa

14out
image_pdfimage_print

Com uma operação tapa-buracos, a concessionária SP Mar deu início, na última sexta-feira (9/10), aos serviços de recuperação da avenida Adília Barbosa Neves. Os trabalhos também incluirão o recapeamento de toda a extensão da via num total de 1.400 metros, segundo o encarregado Valdemar Paiva. “A rua será completamente refeita”, garantiu.

Os reparos começaram no bairro do Portão, altura da empresa Colchão Prime, onde homens e máquinas estavam concentrados. A Adília foi totalmente danificada no período de obras do trecho leste do Rodoanel devido ao intenso tráfego de caminhões.

09.10.15_Adilia_Barbosa_6

Trecho interditado da Adília Barbosa

A situação caótica da Adília é tema recorrente de debate no Legislativo. O vereador Edvaldo de Oliveira Paula (PTB), o Castelo Alemão, vem constantemente exigindo providências tanto em relação ao seu asfaltamento quanto à sua reabertura. A Adília dava acesso à Rodovia Presidente Dutra (BR 116). Atualmente ela está interditada mas, segundo informações da SP Mar e da Prefeitura de Arujá, o bloqueio é temporário.

Castelo_editada_tribuna

Vereador Castelo Alemão

“A recuperação da Adília é uma obrigação da SP Mar e foi iniciada com mais de 100 dias de atraso. Espero que, de fato, os serviços continuem”, disse Castelo Alemão. Apesar da crítica à demora da concessionária em consertar a rua, ele acredita no cumprimento do acordo feito quando da liberação do uso da rua, porém, alertou que a recomposição da malha viária não é suficiente. “A vegetação que havia no entorno foi completamente destruída. A SP Mar ainda nos deve a compensação ambiental, já que tínhamos ali diversas nascentes”, explicou o parlamentar.

O prazo para entrega das obras de recuperação da Adília é de 15 dias, de acordo com a Ouvidoria da empresa.  “Vou continuar a fiscalização até que sejam finalizados os serviços”, garantiu.

O trecho Leste do Rodoanel foi inaugurado em junho deste ano. A próxima etapa é o trecho Norte, que também passará por Arujá.