Lei de Paulinho Maiolino é destaque na TV Diário

A Lei Municipal nº 2887/17 de autoria do vereador Paulo Henrique Maiolino (PSB), o Paulinho Maiolino,  que dispensa o uso da catraca por pessoas obesas, foi destaque no Diário TV 2ª edição da última terça-feira (16/5).

Paulinho Maiolino explicou à reportagem os motivos que o levaram a propor a ideia. “Tive um amigo na infância que sofria muito por conta da obesidade, não apenas na escola, como em vários lugares”, contou ao destacar o drama de quem está acima do peso e é obrigado a passar pela catraca. “Além do constrangimento, a pessoa chega a rasgar a roupa, a se machucar”, complementou.

A Lei, sancionada pelo prefeito, está em vigor desde 11/4 e permite a quem é obeso manter-se sentado no banco dianteiro do ônibus ou entrar pela porta traseira.

Veja a reportagem completa:

Reportagem TV Diário

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 17/05/2017

Fotos: Imprensa/CMA

 




Agora é Lei: Rock Fest Arujá é incluído em Calendário de Festividades do Município

Agora é Lei. Está incluído oficialmente no Calendário de Festividade do Município o evento Rock Fest Arujá. O projeto de Lei nº 06/2017 de autoria do vereador Paulo Henrique Maiolino (PSB), o Paulinho Maiolino, foi sancionado pelo Executivo e tornou-se Lei Municipal – a de número nº 2882/17.

“O Rock Fest Arujá é um encontro de bandas de rock com o objetivo de valorizar a produção de músicas deste gênero em nossa cidade, que já é reconhecida na região do Alto Tietê como celeiro de talentosos roqueiros”, explicou Paulinho Maiolino na propositura ao salientar a importância da atividade.

Em sua última edição, realizada em julho de 2016, o Rock Fest Arujá atraiu cerca de 2 mil pessoas e arrecadou 800 kg de alimentos. As doações foram destinadas a entidades sociais do município, Por conta deste aspecto, a proposta apresentada por Maiolino prevê a entrada solidária opcional – o participante poderá levar um quilo de alimento não perecível para assistir as apresentações.

O Rock Fest deverá ocorrer na primeira quinzena de julho.

 

 

 

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 11/05/2017

Fotos: Imprensa/CMA

 




Agora é Lei: Arujá terá Semana de Incentivo à Doação de Medula Óssea

Tornou-se Lei Municipal – nº 2888/17 de 23/05/2017 – o projeto de Lei nº 04/2017 de autoria do vereador Paulo Henrique Maiolino (PSB), o Paulinho Maiolino, que cria a Semana Municipal de Incentivo à Doação da Medula Óssea. A atividade será realizada anualmente na última semana do mês de setembro.

Semana vai incentiva doação de medula. Foto: Rede Nova Escola

O objetivo é, a partir da inclusão da data no Calendário de Eventos do Município, realizar uma série de ações de conscientização e estímulo à doação. As atividades poderão ser feitas por instituições sociais com apoio do Poder Público.

“A doação da medula óssea é fundamental para quem tem diagnóstico de leucemia (câncer no sangue) e sabemos o quanto é difícil encontrar um doador compatível. Por isso, a Semana pretende estimular a solidariedade, ampliando a informação e o conhecimento sobre essa questão”, salienta Maiolino em sua justificativa.

Desde que assumiu o mandato em 1º de janeiro de 2017, o parlamentar ressaltou que uma das prioridades de seu mandato é trabalhar pelas pessoas que têm câncer. “Já tive muitos familiares que faleceram por causa dessa doença. E pretendo ao longo dos quatros anos dedicar meu mandato à criação de políticas públicas que aumentem as possibilidades de prevenção e tratamento do câncer e, quando possível, minimizem o sofrimento das pessoas e de seus familiares”, explicou.

A Lei está em vigor desde a sua publicação.

 

 

 

 

 

 

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 09/05/2017

Fotos: Imprensa/CMA




Agora é Lei: obesos conquistam direito de não utilizar catraca em ônibus municipais

Agora é Lei. Pessoas obesas conquistaram o direito de dispensar o uso da catraca ao utilizarem o transporte público municipal em Arujá. O projeto de Lei nº 01/2017, proposto pelo vereador Paulo Henrique Maiolino (PSB), o Paulinho Maiolino, foi sancionado pelo prefeito José Luiz Monteiro (PMDB), tornando-se Lei Municipal (nº 2887/2017).

A iniciativa, segundo o vereador, tem como objetivo evitar constrangimentos a quem se encontra acima do peso e, por conta disso, sente dificuldades de utilizar a catraca. Neste caso, a pessoa poderá manter-se sentado no banco dianteiro ou entrar pela porta que dá acesso à parte traseira do veículo.

Para usufruir do benefício, o usuário deve comprovar a situação de obesidade – apresentando laudo ou carteirinha; comunicar ao motorista que não deseja passar pela catraca e efetuar o pagamento da passagem.

“Quem tem excesso de peso sofre em cinemas, bares, teatros e outros espaços públicos, cujas portas e assentos não estão adaptadas para atendimento a pessoas nestas condições. No transporte coletivo ocorre o mesmo e não é raro pessoas obesas serem obrigadas a se espremerem e até se machucarem para passar pela catraca e serem liberadas”, salienta o parlamentar na justificativa.

A empresa que desrespeitar a medida estará sujeira a advertência e multa de até R$ 1.000 em caso de reincidência.

 

 

 

 

 

 

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 08/05/2017

Fotos: Imprensa/CMA

 




Paulinho Maiolino apresenta e tem aprovado mais um projeto na área de oncologia

O vereador Paulo Henrique Maiolino (PSB), o Paulinho Maiolino, apresentou e teve aprovado mais uma proposta voltada à prevenção, tratamento e apoio a pessoas diagnosticadas com câncer. O projeto de Lei nº 04/2017 – de sua autoria – altera a Lei Municipal nº 1672/2003 e inclui a doação de plaquetas na Semana Municipal de Incentivo à Doação de Órgãos, Tecidos e Sangue.

Imagem: Site/Drauzio Varella

“A doação de plaquetas é de grande importância para quem tem câncer, pois com a doença e o próprio tratamento há uma redução considerável do nível deste componente no sangue dos pacientes”, explicou o parlamentar.

De acordo com informações disponíveis no site do Hospital AC Camargo, em São Paulo, a principal função das plaquetas no sangue é participar do processo de coagulação, responsável pela suspensão de hemorragias. A doação das plaquetas pode ser feita por meio de uma doação convencional de sangue, em que cada doador dá origem uma unidade de plaquetas, ou com a utilização de equipamentos específicos que executam um procedimento denominado plaquetaférese. Dessa forma (com o equipamento), somente este componente é retirado do doador, possibilitando doações em maior quantidade e em menores intervalos de tempo.

“Ter esta informação e iniciar um processo de conscientização em relação à importância deste procedimento (doação de plaquetas) são passos importantes para que avancemos na melhoria da qualidade de vida das pessoas que sofrem com esta doença”, salientou Maiolino que recentemente teve aprovado o projeto que cria a Semana Municipal de Incentivo à Doação de Medula Óssea.

Os pré-requisitos para ser um doador de plaquetas são muito semelhantes aos de uma doação de sangue. Não há riscos para o doador e não são necessários cuidados específicos após a doação. As diferenças de compatibilidade de tipos sanguíneos também é a mesma, mas isto não causa qualquer impacto.

O projeto foi aprovado por unanimidade nas duas etapas de votação e, agora, segue agora à análise do Executivo.

 

Fonte/Informações:

Dr. Rafael Colella – CRM/SP 30942

Diretor do Banco de Sangue do A.C.Camargo

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 10/04/2017

Fotos: Imprensa/CMA

 




Paulinho Maiolino e Renato Caroba recebem Prêmio Destaque 2016

Renato Caroba junto a familiares e aos vereadores

Paulinho Maiolino no momento em que recebe Prêmio

Os vereadores Paulo Henrique Maiolino (PSB), o Paulinho Maiolino, e Renato Bispo Caroba (PT) receberam o Prêmio Destaque 2016. Os dois foram homenageados durante a 12ª edição da festa Destaque, organizada pelo grupo jornalístico Estevo Diniz. A cerimônia, realizada no último sábado (1º de abril), reuniu cerca de 600 convidados no Sítio EBC Buffet Arufest.

Paulinho Maiolino foi lembrado pelo seu trabalho à frente da ONG Doutores do Riso – dedicada a oferecer apoio a pessoas diagnosticadas com câncer. Criada há três anos, a ONG ainda conta com 350 voluntários que atuam em ações humanitárias em hospitais, asilos, abrigos e casas de repouso.

Já Renato Caroba teve sua capacidade de gestão reconhecida após conduzir a Câmara de Arujá no ano de 2016. Como Presidente, Caroba implementou o sistema de pregão eletrônico, o que resultou em economia de R$ 1 milhão na contratação de serviços para o Legislativo. O recurso foi devolvido à Prefeitura de Arujá.

Tanto Paulinho Maiolino quanto Caroba tiveram suas atividades registradas nas páginas da Revista Destaque de fevereiro/março de 2017.

Também marcaram presença na festa Destaque 2017 os vereadores Reynaldo Gregório Junior (PTB),o Reynaldinho, Rogério Gonçalves Pereira (PSD), o Rogério da Padaria, Cristiane Araújo Pedro (PSD), a Profª Cris do Barreto, Abel Franco Larini (PR), o Abelzinho, presidente do Legislativo, Sebastião Vieira de Lira (PSDC), o Paraíba Car, Edvaldo de Oliveira Paula (PSC), o Castelo Alemão, e Edimar do Rosário (PRB), o pastor Edimar de Jesus. 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 03/04/2017

 




Projeto de Paulinho Maiolino garante a obesos direito de dispensar uso de catraca

Passar na catraca é um drama para quem está acima do peso

Foi aprovado em segunda discussão e votação, na sessão ordinária de 27/03, o projeto de Lei nº 02/2017 de autoria do vereador Paulo Henrique Maiolino (PSB), o Paulinho Maiolino, que assegura as pessoas obesas – usuárias do transporte coletivo municipal – o direito de dispensar o uso da catraca.

A proposta, segundo o vereador, visa evitar constrangimentos a quem se encontra acima do peso e, por conta disso, sente dificuldades de utilizar o mecanismo. Neste caso, a pessoa poderá se sentar no banco dianteiro ou entrar pela porta que dá acesso à parte traseira do veículo.

Para usufruir do benefício, o usuário deve comprovar a situação de obesidade – apresentando laudo ou carteirinha; comunicar ao motorista que não deseja passar pela catraca e efetuar o pagamento da passagem.

“Quem tem excesso de peso sofre em cinemas, bares, teatros e outros espaços públicos, cujas portas e assentos não estão adaptadas para atendimento a pessoas nestas condições. No transporte coletivo ocorre o mesmo e não é raro pessoas obesas serem obrigadas a se espremerem e até se machucarem para passar pela catraca e serem liberadas”, salienta o parlamentar na justificativa.

A empresa que desrespeitar a medida estará sujeira a advertência e multa de até R$ 1.000 em caso de reincidência.

O projeto foi aprovado com 13 votos e será enviado à sanção do Executivo.

 

 

 

 

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 28/03/2017

 




Paulinho Maiolino propõe Semana de Incentivo à Doação de Medula Óssea

Foi aprovado em segunda discussão e votação na sessão ordinária de 13/3, o projeto de Lei nº 02/2017 de autoria do vereador Paulo Henrique Maiolino (PSB), o Paulinho Maiolino, que cria a Semana Municipal de Incentivo à Doação de Medula Óssea. O objetivo é, a partir da inclusão da data no Calendário de Eventos do Município, realizar uma série de ações de conscientização e estímulo à doação. As atividades poderão ser feitas por instituições sociais com apoio do Poder Público.

“A doação da medula óssea é fundamental para quem tem diagnóstico de leucemia (câncer no sangue) e sabemos o quanto é difícil encontrar um doador compatível. Por isso, a Semana pretende estimular a solidariedade, ampliando a informação e o conhecimento sobre essa questão”, salienta Maiolino em sua justificativa.

Desde que assumiu o mandato em 1º de janeiro de 2017, o parlamentar ressaltou que uma das prioridades de seu mandato é trabalhar pelas pessoas que têm câncer. “Já tive muitos familiares que faleceram por causa dessa doença. E pretendo ao longo dos quatros anos dedicar meu mandato à criação de políticas públicas que aumentem as possibilidades de prevenção e tratamento do câncer e, quando possível, minimizem o sofrimento das pessoas e de seus familiares”, explicou.

Concluídas as etapas de apreciação e votação em plenário, o projeto será enviado à sanção do Executivo.

 

 

 

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 13/03/2017

 

 

 

 




Paulinho Maiolino quer saber da Prefeitura sobre reativação do ônibus da saúde

Estrutura interna do ônibus

O vereador Paulo Henrique Maiolino (PSB), o Paulinho Maiolino, apresentou e teve aprovado, durante sessão ordinária de 6/2, o requerimento nº 2583/17 no qual solicita informações à Prefeitura de Arujá sobre quais providências estão sendo tomadas para viabilizar a utilização do ônibus da saúde – um veículo equipado e há anos  sem uso – destinado ao atendimento médico itinerante.

“Temos uma demanda altíssima por consultas em nossas unidades e, por isso, garantir que este ônibus possa circular pelos bairros é fundamental para minimizarmos o sofrimento de quem espera por uma vaga no sistema público de saúde”, salienta o parlamentar.

Segundo ele, o ônibus, comprado na gestão do ex-prefeito Genésio Severino da Silva, seria destinado à saúde da mulher. No entanto, além do consultório de ginecologia, também possui espaço para outros tipos de consulta.

“Seria um grande avanço a Prefeitura disponibilizar este ônibus e viabilizar ações de prevenção nos bairros”, reforçou Paulinho Maiolino, presidente da Comissão de Educação, Saúde e Assistência Social da Casa.

Conforme determina o Regimento Interno, a administração municipal tem prazo de 15 dias para encaminhar resposta ao Legislativo.

 

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 08/02/2017

 

 

 

 

 




Saúde recebe R$ 700 mil de recursos de emendas parlamentares; Cris do Barrto questiona formato de audiência

A Secretaria de Saúde de Arujá registrou, por meio do Fundo Nacional de Saúde, o recebimento de R$ 700 mil de recursos oriundos de emendas parlamentares propostas pelos deputados federais Paulo Teixeira e Carlos Zaratini, ambos do PT. Os valores deverão ser aplicados na compra de equipamentos para o Centro de Especialidades Médicas (CEM), a Maternidade Municipal Dalila Barbosa, a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Barreto, o Centro de Saúde II (CS II) e as Unidades Básicas de Saúde do Barreto e do Mirante.

A vereadora Cris do Barreto ao lado do atual secretário de Saúde, Moisés Covre

A informação foi passada pelos técnicos da Secretaria de Saúde durante audiência pública de prestação de contas realizada na quinta-feira (2/2) na Câmara Municipal. Os dados referem-se ao terceiro quadrimestre de 2016.

Ainda de acordo com os números apresentados pela Saúde, no período de setembro a dezembro de 2016 a Prefeitura arrecadou cerca de R$ 63 milhões. Conforme determinação Constitucional, 15% deve ser destinado à Saúde. Desse montante, cerca de R$ 9,5 milhões foram repassados ao setor nos últimos três meses do ano.

Se considerado todo o ano de 2016, a Saúde recebeu R$ 48.384.706,20 para investimentos e despesas, o que representa 24,81% da arrecadação.

Ex-secretária de Saúde, Clarinda Carneiro fala de conquistas

A prestação de contas é uma obrigação do município a fim de garantir aos membros do Conselho Municipal de Saúde e a qualquer cidadão o direito de conhecer onde e como está sendo executado o orçamento da Secretaria.

Única vereadora a estar presente à audiência, Cristiane de Araújo Pedro (PSD), a Profª Cris do Barreto, defende mais clareza na apresentação dos números. “Participei e achei excessivamente técnica. Além disso, os números, por si só, não mostram os reais avanços da saúde no município”, explicou ao exemplificar: “Havia um dado de recebimento de leite, mas somente quatro mães. O que isso representa na prática? Da mesma forma em relação às consultas. São milhares de consultas, no entanto, o quanto isso representa em redução da demanda por consultas nas unidades de saúde?”, questionou.

Problemas no atendimento, falta de médicos ou/e de remédios são reclamações constantes da população e que, diariamente, também chegam ao Legislativo.

Conforme balanço apresentado pela Saúde, no período (setembro a dezembro de 2016) foram realizados 8.187 atendimentos médicos, 10.242 atendimentos na enfermaria e 10.897 procedimentos na atenção básica.

A ex-secretária de Saúde, Clarinda de Fátima Carneiro também esteve na audiência e ressaltou as conquistas da Secretaria. Ela destacou, entre outras ações, a atuação da Estratégia Saúde da Família, a construção da Unidade de Pronto-Atendimento do Parque Rodrigo Barreto e a implantação do E-SUS. O atual secretário Messias Covre encerrou a apresentação.

Os assessores dos parlamentares Paulo Henrique Maiolino (PSB), o Paulinho Maiolino, Edvaldo de Oliveira Paula (PSC),o Castelo Alemão, e de Edval Barbosa Paz (PSDB), o Profº Edval, também participaram da audiência.

 

 

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Publicado em 03/02/2017