Vereadores cobram contratação de Guarda Municipal; Prefeitura afirma que concurso está em andamento

30set
image_pdfimage_print

Os vereadores da Câmara de Arujá cobraram mais uma vez da Prefeitura a contratação de Guarda Civil Municipal por meio do concurso público aberto em 2011. Os parlamentares subiram à tribuna para reivindicar à Secretaria dos Assuntos Jurídicos que busque uma solução definitiva para o problema. A Prefeitura informou que o concurso está em andamento na fase de exames médicos e investigação social.

Gabriel_tribuna_2

Gabriel dos Santos, líder do Governo

“Estive há 15 dias conversando com o secretário (Renato Swensson Neto) e ficou assegurado que a administração daria sequência ao concurso. Acredito que o processo não possa ser interrompido”, disse o parlamentar Gabriel dos Santos (PSD), líder do Governo na Casa.

DSC_0429

Dr. Wilson na tribuna

Wilson Ferreira da Silva (PSB), o Dr. Wilson, foi mais enfático e duro nas críticas à administração. “Apesar das promessas celestiais de que em 90 dias  a questão estaria equacionada, até agora, nenhum movimento efetivo foi feito”, afirmou.

Para Gilberto Daniel (PRB), o Gil do Gás, vice-presidente da Casa, há sério risco de o prazo para convocação expirar e ninguém ser chamado. A Prefeitura nega. “Acho uma vergonha e uma falta de respeito com as pessoas que fizeram concurso”, criticou. Segundo Gil, passar na seleção e não ser chamado é como ganhar na loteria e não receber o prêmio. “O prêmio é o emprego que as pessoas esperam. Gostaria de chamar a atenção do prefeito e do líder do governo para que dessem mais atenção a esta questão”, pediu o parlamentar.

24.06_Gil_editada

Gil do Gás, vice-presidente da Casa

A Prefeitura descartou o risco de o concurso “caducar” pois o prazo é contado a partir da homologação – ato que será feito após concluídas as etapas seletivas e eliminatórias.  Uma empresa foi contratada em agosto para realizar os exames médicos, não apenas no caso dos classificados para a função de Guarda Civil, como para outras da administração municipal.

A Prefeitura ainda salientou que, conforme especificado no edital: “Os candidatos que obtiverem os pontos necessários e forem classificados, serão submetidos gradativamente e na ordem decrescente de classificação à Avaliação Médica e, se necessário, à Avaliação Psicológica; e também de acordo com o edital de convocação, à medida do surgimento de vagas no Quadro de Servidores do Município ou à critério da Administração Municipal, sendo a mesma de caráter eliminatório, conforme o laudo médico fornecido pelo profissional designado, especialmente para esta finalidade.”

 

Câmara de Arujá
Assessoria de Comunicação
4652-7015
imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

Publicada em 30/09/2015