Vereadores defendem criação de auxílio a transportadores escolares

06maio
image_pdfimage_print

Vereadores utilizaram a Tribuna da Casa de Leis na Sessão Ordinária da última segunda-feira (4/5) para defender a criação de um auxílio financeiro para os trabalhadores do transporte escolar. A categoria estaria passando por dificuldades depois de a Prefeitura decidir pela suspensão das aulas por conta da pandemia da COVID-19.

O primeiro a falar sobre o assunto foi Abel Franco Larini (PL), o Abelzinho. Ele ressaltou o “efeito cascata” da epidemia. “Toda a sociedade vive um momento difícil. No caso dos transportadores escolares, eles deixaram de levar as crianças às aulas e, com isso, não estão recebendo a mensalidade dos pais, que também devido ao desemprego ou a diminuição do salário, não tem como pagar”, relatou.

Rogério da Padaria chamou Prefeito a responsabilidade no combate a pandemia

Abelzinho e o vereador Rogério Gonçalves Pereira (PDT), o Rogério da Padaria, apresentaram e tiveram aprovado pelo Plenário um requerimento ( nº 2889/2020) no qual questionam a Prefeitura sobre a existência de estudo para viabilizar o pagamento de um auxílio à categoria. Além disso, eles irão apresentar um projeto de Lei neste sentido. “Tenho certeza que o Presidente irá deliberar para que a proposta tramite e teremos apoio do Plenário. No entanto, a execução não depende da Câmara”, alertou.

Rogério da Padaria utilizou a situação dos transportadores para chamar a atenção sobre o impacto da pandemia para os demais segmentos econômicos da cidade e criticou a atuação do governo municipal. “Muitos setores irão morrer. E o prefeito precisa assumir a responsabilidade. 50% dos empregos formais acabaram e a situação vai piorar depois da pandemia”, disse o vereador visivelmente indignado.

Maiolino também reforçou seu apoio a criação de ajuda financeira para transportadores escolares

Paulo Henrique Maiolino (PSD), o Paulinho Maiolino, que também foi procurado pela Associação dos Transportadores Escolares de Arujá (Atea), parabenizou os colegas pela iniciativa e reforçou a reivindicação. “Tudo o que pudermos propor para ajudar neste momento de pandemia, tenho certeza, terá o apoio do Plenário. Muitos desses profissionais estão sem qualquer tipo de renda há, pelo menos, dois meses, pois tinham como única atividade o transporte de alunos”. Maiolino também não poupou críticas ao Executivo e reclamou da demora na distribuição das cestas básicas. “Somos diariamente cobrados. Divulgamos que haveria cesta e agora não há cesta para todo mundo”, apontou.

Dr. Marcelo de Oliveira disse que Câmara recebe maior cobrança da população

Na mesma linha, Marcelo José de Oliveira (Republicanos), o Dr. Marcelo Oliveira, falou sobre sua preocupação. “É preciso que o Executivo olhe com carinho para esta situação. Também recebi um ofício da Associação e quero ratificar a propositura de meus colegas, pois a Câmara carrega um fardo pesado. A questão da cesta básica não resolveu. Infelizmente, ninguém consegue falar com ninguém na Prefeitura e nós aqui servimos como para-choque”, salientou.

Conforme determina o Regimento Interno, a Prefeitura tem 15 dias para encaminhar resposta à Câmara Municipal.

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

silmara@camaraaruja.sp.gov.br

(11) 4652-7015

Texto: Silmara Helena

Fotos: Imprensa/CMA

One thought on “Vereadores defendem criação de auxílio a transportadores escolares

  1. zoredfurilort maio 26, 2020 at 5:22 am

    Visitor recommendations

    […]one of our visitors recently recommended the following website[…]…

Comments are closed.