Vereadores repudiam atitude da direção da escola estadual Dr. Rene de Oliveira

17fev
image_pdfimage_print

A Câmara de Arujá aprovou moção de repúdio à atitude da direção da Escola Estadual Rene de Oliveira Barbosa por ter se recusado a receber o vereador Rogério Gonçalves Pereira (PT), o Rogério da Padaria. O parlamentar havia solicitado uma reunião para discutir a dificuldade enfrentada pelos alunos dos bairros Jocely e São Bento em revalidar o cartão Bom. O problema impede os estudantes de Arujá, residentes na divisa do município, de pagar meia tarifa nos ônibus intermunicipais.  A moção nº 245/16 foi aprovada por 10 votos na sessão ordinária de segunda-feira (15/12).

E.E._Dr._Rene_de_Oliveira_Barbosa_01

Fachada da escola Rene de Oliveira, na área central de Arujá

“Não é a primeira vez que esta diretora se recusa a falar com vereadores desta Casa. A escola está inserida no contexto da cidade e questões relativas à comunidade escolar precisam ser debatidas”, disse Rogério em tribuna. Na propositura, o vereador ainda salientou a legitimidade de sua intervenção ao informar sobre sua condição de presidente das Comissões da Criança e do Adolescente e da Educação. “Tudo o que afeta a educação, ainda que não tenha origem dentro da escola, deve ser discutido, avaliado e resolvido a fim de garantir a todas as crianças e adolescentes iguais condições de desempenho quando chegam às salas de aula.”

O vereador Sebastião Vieira de Lira (PSDC), o Paraíba Car, reforçou a reclamação do colega. “Também tive problemas com esta escola pois precisei, a pedido dos pais de uma adolescente, solicitar uma transferência. A diretora me disse não ser de minha competência tratar desse assunto e tive de me dirigir à Diretoria de Ensino”, relatou.

“Estou há sete anos como vereador e também não tive êxito ao solicitar uma agenda com esta diretora. Por isso, me juntarei ao autor da iniciativa votando favoravelmente a esta moção”, afirmou Reynaldo Gregório Junior (PTB), o Reynaldinho, em seu pronunciamento.

Único em plenário a manifestar voto contrário, o vereador Wilson Ferreira da Silva (PSB), o Dr. Wilson, afirmou que “para tudo é necessário o cumprimento de protocolo e, diferentemente dos demais parlamentares, ele sempre foi bem recebido na escola.”

Cópia da moção será encaminhada à Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, à Diretoria Regional de Ensino de Jacareí, ao titular da Secretaria Estadual de Educação, José Renato Nalini, e à direção da escola estadual René de Oliveira.
Câmara de Arujá
Assessoria de Comunicação
imprensa@camaraaruja.sp.gov.br
4652-7015
Publicado em 16/02/2016