Vereadores requerem informações à Prefeitura sobre dívida e execução fiscal da Continental

10jun
image_pdfimage_print
23.05.16_Sessao_8

Moradores do Centro Residencial durante protesto na Câmara

Diante da crescente ocupação de terrenos de propriedade da Imobiliária Continental no Centro Residencial e da pressão dos moradores pela intervenção da Câmara de Arujá, o plenário aprovou, durante sessão ordinária da última segunda-feira (6/6), o requerimento nº 2335/16 de autoria do Poder Legislativo no qual os parlamentares cobram da Secretaria de Assuntos Jurídicos da Prefeitura informações sobre quantidade e o número dos processos de execução fiscal abertos contra a Continental e os valores atualizados da dívida da empresa com o município.

Na justificativa, os vereadores afirmam que “muitos munícipes procuram a Câmara Municipal reivindicando providências quanto aos problemas provocados pela Imobiliária Continental, tendo em vista que a Imobiliária é uma das maiores devedoras de Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) no Município de Arujá”.

Assistência

Na mesma sessão, o plenário da Casa aprovou o requerimento nº 2336/16. No documento, os vereadores requerem à administração municipal análise da possibilidade de a Secretaria de Assistência Social prestar atendimento aos moradores dos terrenos do Centro Residencial e garantir, principalmente, o direito ao serviço de água.

O Executivo tem 15 dias para enviar resposta ao Legislativo

 

 

 

Câmara de Arujá

Assessoria de Comunicação

imprensa@camaraaruja.sp.gov.br

4652-7015

Publicado em 10/06/2016